No Huddle: NFL 2015 Week 15

André Novais de Paula 22 de Dezembro de 2015 Análise Jogos NFL, NFL Comentários Desligados
New York Jets vs Dallas Cowboys

No Huddle: NFL 2015 Week 15

New York Jets – 19 @ Dallas Cowboys – 16

Surpreendente seria que os Jets não batessem os Cowboys, mas verdade seja dita o desfecho foi mais equilibrado do que seria de prever. Assim os Jets mantêm-se na corrida pelo playoff, apesar de precisarem de ajuda externa para lá chegarem. Já os Cowboys esperam apenas que o pesadelo acabe rápido e que o draft venha rápido pois terão posição privilegiada para escolherem um jogador que cause impacto.

Carolina Panthers – 38 @ New York Giants – 35

Grande jogo em Nova Iorque, com os Giants quase a conseguirem parar os Panthers. Faltou o quase… Cam Newton está imparável e desta vez somou 5 passes para TD e 100 jardas de corrida. Um Monstro! Um dos grandes motivos de interesse do jogo foi o duelo entre o WR Odell Beckham Jr. e o CB Josh Norman, com várias agressões e provocações entre ambos que levou à suspensão do mais famoso receiver da atualidade na NFL por um jogo.

Aos Giants já só quase a matemática vale para aspirarem à vitória na divisão, mas curiosamente foram a mais empolgante equipa da NFC East, só que foram tantos os jogos que não conseguiram fechar quando o poderiam ter feito que não há equipa que resista. Quanto aos Panthers, estão agora a um pequeno passo de fechar a época perfeita com 16v-0d. Não parece que Falcons ou Bucs consigam evitar esse desfecho.

Kansas City Chiefs – 34 @ Baltimore Ravens – 14

Os Chiefs continuam imparáveis rumo ao playoff. E até podem ainda ganhar a divisão caso os Broncos escorreguem mais uma vez nestas últimas duas semanas. O calendário da franquia de Kansas City é facílimo até final, como fácil era este jogo que não tiveram qualquer dificuldade em vencer de forma convincente. Dos Ravens salvou-se um Hail Mary a fechar a primeira parte que sempre deu alguma esperança à equipa de Baltimore… mas pouca.

Houston Texans – 16 @ Indianapolis Colts – 10

O jogo foi o espelho das duas equipas: fraco. Uma vai chegar aos playoffs (a menos que um grande volte face ainda permitisse aos Jaguars lá chegar) mas são provavelmente a equipa mais fraca das 12 que vão ao postseason. A ajudar à festa, o facto de ambas estarem privadas dos seus QB titulares. Os Texans até se viram obrigados a recorrer à terceira opção depois da lesão de T.J. Yates. Do outro lado, o veterano QB Matt Hasselback jogou muito limitado e isso também não foi benéfico para os Colts.

Atlanta Falcons – 23 @ Jacksonville Jaguars – 17

Finalmente os Falcons puseram fim à longa série de derrotas. Não que vá fazer grande diferença pois só a matemática lhes dá hipóteses de chegar ao playoff. Já os Jaguars perderam oportunidade de ouro para chegarem mais perto da luta divisional. Também a calculadora ainda os deixa na luta mas parece improvável que consigam lá chegar.

Chicago Bears – 17 @ Minnesota Vikings – 38

Vitória clara e inequívoca dos Vikings que ficam agora com pé e meio no playoff e ainda com hipóteses de lutar pela divisão com os Packers. O último jogo da regular season pode ser apaixonante com as duas equipas frente-a-frente em Green Bay. Neste jogo, os Vikings dominaram de início ao fim e mostraram porque merecem o lugar no postseason que já lhes foge há algum tempo.

Tennessee Titans – 16 @ New England Patriots – 33

Mais um jogo sem história onde obviamente os Patriots venceram sem espinhas uma das mais fracas equipas da NFL em 2015. A lesão de Marcus Mariota ainda extremou mais a já evidente diferença de qualidade entre as equipas.

Buffalo Bills – 25 @ Washington Redskins – 35

“Do you like that?” Esta foi a frase entoada na capital dos EUA após mais uma vitória de Kirk Cousins e dos seus Redskins que ficam a uma só vitória do playoff. No início da época e na offseason foram motivo de chacota geral, parece que no fim são os Skins que irão rir por último. Não são a melhor equipa (longe disso) mas conseguiram ser consistentes o suficiente para chegarem a esta fase com o pássaro na mão. Agora parece improvável que o deixem voar, mas ainda tudo pode acontecer.

Cleveland Browns – 13 @ Seattle Seahawks – 30

A retirar deste jogo mais uma grande exibição de Russell Wilson. O QB dos Seahawks está literalmente on fire no passe, com números nunca antes registados na sua curta carreira. Este domingo foram “só” mais 3 passes para TD. Do outro lado, Johnny Manziel voltou a ser competente demonstrando que talvez valha a pena apostar nele, mesmo que seja um projeto que leve tempo a afirmar-se. O talento está todo lá. Estará a cabeça?

Green Bay Packers – 30 @ Oakland Raiders – 20

Mais uma vitória dos Packers que não convence totalmente mas garante que a equipa se mantém na liderança da NFC North. Os Raiders fizeram uma época interessante e parecem ter armas para continuar a melhorar nos próximos anos. Em 2015 ainda não deu para outros voos. Os Packers parecem ter de melhorar bastante para poderem sonhar com o Super Bowl. Eram por muitos considerados favoritos antes do tiro de partida, agora com a meta mais próxima serão poucos os que acreditam nesse desfecho feliz para a equipa de Green Bay.

Cincinnati Bengals – 24 @ San Francisco 49ers – 14

Mesmo sem Andy Dalton, os Bengals não tiveram dificuldades de maior para garantir mais uma vitória e ficarem mais perto de poderem garantir um lugar nos dois primeiros lugares da AFC que lhes garantirá uma bye week. AJ McCarron deu conta do recado de forma competente e deixou descansados os adeptos da franquia de Cincinnati para o playoff caso Dalton não recupera. Até porque o passado do Red Riffle nos playoffs é tão negro que muitos adeptos nem ficarão especialmente preocupados caso não recupere em tempo útil, dizemos nós.

Dos 49ers nada a dizer a não ser que pior deverá ser difícil fazer em 2016.

Denver Broncos – 27 @ Pittsburgh Steelers – 34

Fantástico jogo! Fantástico ataque dos Steelers. Foram a primeira equipa a conseguir marcar mais de 30 pontos à defesa dos Broncos e a pergunta que se coloca é quem vai parar Ben Rothlisberger, Antonio Brown e companhia. São um ataque de luxo que ninguém consegue parar. Vão uma mão cheia de jogos sempre com mais de 30 pontos e com adversários como Broncos ou Seahawks que têm as melhores defesas da NFL.

A derrota deixa os Broncos em maus lençóis quando o playoff parecia impossível fugir. É improvável mas já não utópico e o jogo com os Bengals para a semana poderá ser fatal nessa ambição. Mas também poderá abrir as portas à equipa de Denver da bye no playoff.

Os Steelers parecem agora imparáveis rumo ao playoff, como wild-card, a equipa que ninguém quer apanhar. Não me surpreendia se fossem os campeões da AFC. Têm um ataque capaz para isso!

Miami Dolphins – 14 @ San Diego Chargers – 30

Poderá ter sido o último jogo dos Chargers em San Diego. Só esse motivo deu interesse ao jogo. De resto, duas equipas sem objetivos, com época para esquecer, onde os Chargers conseguiram ser muito melhores frente a uns Dolphins cuja época foi uma montanha-russa, com um pequeno alto e o resto foi sempre a descer… Nota apenas para o jogo épico de Danny Woodhead com quatro TD.

Arizona Cardinals – 40 @ Philadelphia Eagles – 17

Não se esperava outra coisa que não uma vitória fácil dos Cardinals. Foi isso que aconteceu. Domínio absoluto da equipa de Bruce Arians que atropelou Chip Kelly sem apelo nem agravo. Destaque para o 3º RB dos Cardinals, David Johnson, agora promovido a titular devido às lesões dos seus colegas, que conseguiu três TD.

Detroit Lions – 35 @ New Orleans Saints – 27

Mais duas equipas para quem o final da época nunca mais chega. Os Lions dominaram de início ao fim o jogo e só um late comeback dos Saints deu alguma emoção no final, mas já insuficiente para dar a volta ao encontro. A defesa dos Saints continua a fazer dos QB adversários verdadeiros Joe Montanas e assim é impossível alguma equipa resistir. Se juntarmos a isso as penalidades habituais, desta vez ao ponto ridículo de na mesma drive terem feito 2 TD e ambos serem anulados por irregularidades da OL o que provocou o fim da primeira parte sem que os Saints pudessem sequer tentar o FG. Mau demais para ser verdade. Salvou-se mais um grande jogo de Drew Brees, mesmo lesionado no pé desde o primeiro período, que conseguiu mais três recordes: o mais rápido a chegar às 60.000 jardas de passe na carreira, a décima época seguida acima das 4.000 jardas de passe e o 94º jogo com mais de 300 jardas de passe.

Já os Lions, mesmo com Calvin Johnson a não ser um fator no jogo, teve na defesa (em crescendo ao longo da época) um trunfo importante em momentos-chave, apesar de ser muito difícil para os Saints a esse nível, e em Matthew Stafford o factor X que conduziu sempre com grande qualidade a equipa registando números recorde em termos de passes completos e passer rating na sua carreira. Mas sem querer tirar mérito ao QB dos Lions, contra esta defesa dos Saints, todos os QB conseguem parecer a última coca-cola do deserto!

About The Author

André Novais de Paula

Sempre gostei de desporto e sempre senti uma grande curiosidade em relação a desportos Americanos, mas infelizmente o contacto com essa realidade era escasso e intermitente. Cheguei mesmo a jogar InLine Hockey (semelhante ao Ice Hockey, mas com patins em linha) durante vários anos nos Sharks de Oeiras, mas mesmo seguir a NHL era complicado. Tudo mudou quando a televisão por cabo começou a transmitir canais com estes desportos. O Futebol Americano foi Amor à primeira vista. Para que eu ficasse completamente viciado bastou ver o primeiro jogo. Depois disso já não havia volta atrás. O passo seguinte foi começar a descobrir cada vez mais sobre este incrível desporto. Rapidamente constatei que não havia muita informação em Português e juntamente com o Paulo Silva Curto abri uma página no Facebook para juntar outros fãs de Futebol Americano. Não sonhávamos na altura que este pequeno projecto iria crescer desta forma e que um dia iríamos ter um Blog dedicado somente a este desporto que nos tem dado tantas alegrias e horas bem passadas. Aproveito para confessar que sou fã dos Green Bay Packers. Go Packers!

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online