No Huddle: NFL 2015 Week 7 TNF

João Malha 23 de Outubro de 2015 Análise Jogos NFL, NFL Comentários Desligados
Seattle Seahawks vs San Francisco 49ers

No Huddle: NFL 2015 Week 7 TNF

Seattle Seahawks – 20 @ San Francisco 49ers – 3

Este é o No Huddle mais rápido e fácil de fazer desde o início da época. Os 49ers são claramente uma das piores equipas da NFL. Talvez mesmo a pior. A defesa não faz milagres com um ataque que está tão pouco tempo em campo. Kaepernick parece cada vez pior. Conseguiu o segundo pior registo de first downs na NFL em 2015, só superado pelo backup QB dos Bears, Jimmy Clausen, na Week 3. Kap conseguiu apenas oito first downs. E a produção ofensiva resumiu-se a um Field Goal.

A defesa ainda conseguiu duas interceções a Russell Wilson, o que fez com que os cornerbacks dos 49ers tivessem apenas menos duas receções que os WR da formação californiana. Este dado diz tudo!

Os Seahawks regressam assim às vitórias, mas continuam muito longe da equipa que foram nos últimos dois anos onde marcaram presença no Super Bowl. Lynch voltou ao Beast Mode e isso ajudou a equipa, mas Wilson permitiu duas interceções em passes longos e demasiado arriscados, apesar de antes de ambas as picks, ter tido destino diferente num passe de mais de 40 jardas para o rookie Tyler Lockett, que se juntou a Randall Cobb como os únicos rookies nos últimos 15 anos a conseguirem TD através de Kickoff Return, Punt Return e receção de passe.

A OL dos Seahawks é que continua a não proteger o seu QB. Wilson voltou a acumular sacks, sendo o QB que mais sacks sofreu este ano na NFL. Do lado contrário, o registo não foi muito melhor e a OL dos 49ers foi constantemente ultrapassada pela DL de Seattle.

Com 17-0 ao intervalo, praticamente não houve jogo na segunda parte. Os Seahawks voltaram a jogar muito pouco na segunda metade, mas desta vez chegou e sobrou. Que grande bocejo foram os terceiros e quartos períodos, quem, como eu, viu o jogo no Game Pass na versão condensada, este jogo deve ter o recorde do jogo mais curto pois tinha pouco mais de 35 minutos de vídeo do jogo, não me lembro de ter visto alguma vez uma partida que tivesse menos de 40 minutos!!

About The Author

João Malha

Profissional da área de comunicação e marketing, e sempre ligado ao desporto, sempre me fascinou o conceito de showbiz dos norte-americanos no que toca à promoção de qualquer espectáculo desportivo. Quando em 2003, a SportTv transmitiu pela primeira vez o Super Bowl, com estrondosa vitória dos Buccaneers de John Gruden sobre os Raiders, a curiosidade cresceu e ano após anos comecei a seguir as transmissões do maior evento desportivo mundial. Mas como em tudo na vida (pelo menos na minha forma de estar), é preciso um motivo mais forte para nos agarrarmos às coisas. Uma paixão que nos alimenta. E foi isso que aconteceu em 2010, aquando da final de Miami, ganha pelos Saints frente aos Colts do lendário Peyton Manning. Nesse dia senti finalmente que aquela era a minha equipa! E o aparecimento da ESPN America ajudou a não mais largar este desporto espectacular, que sigo semanalmente. Na Week 1 da temporada 2012/2013, cumpri o sonho de ir ver um jogo dos Saints ao vivo, ao Mercedes-Benz Superdome. Não vi os Saints vencerem, mas quem sabe se não terei a oportunidade de dizer que assisti ao primeiro jogo na NFL de um dos maiores QB’s da sua história, Robert Griffin III. Ver os Saints ao vivo foi uma experiência única que me faz olhar para o desporto com outros olhos. Quero saber mais e mais sobre o jogo, a sua história, lendas, regras, tácticas, etc. Let’s play ball!!!!

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online