Drew Brees renova com Saints

João Malha 8 de Setembro de 2016 Jogadores, NFL Comentários Desligados
Drew Brees

E finalmente o mítico QB dos Saints renovou o seu contrato com a franquia de New Orleans. Uma novela há muito falada no Louisiana e que chega ao seu epílogo poucos dias antes do arranque da temporada, precisamente o deadline que Brees tinha imposto pois não queria tirar o foco da competição a partir do momento que a bola oval começasse a voar pelos relvados dos EUA.

Foi esta quarta-feira que Saints e Brees chegaram a um acordo que prolonga o vínculo entre ambos por mais cinco temporadas, até o QB originário do Texas ter 42 anos. Porém, apenas os dois primeiros anos de contrato são garantidos, num total de 44,25 milhões de dólares. Os restantes três anos se verão lá mais para a frente, de acordo com o rendimento do homem dos recordes. Este acordo permite aos Saints libertarem importantes verbas no seu cap space, que fica agora próximo dos 10 milhões, que tanto jeito teria dado na offseason aos homens de Sean Payton. Fica para o ano, para um investimento forte em free agents numa equipa com carências defensivas e na OL. E já agora, para a renovação de contratos de Kenny Vaccaro e Delvin Breaux.

Drew Brees liderou a NFL em jardas de passe em 4 dos últimos 5 anos e 6 nos últimos 10, desde que está nos Saints. Tem 96 jogos com mais de 300 jardas de passe, um recorde da NFL, e 428 passes para TD, igualado com Tom Brady entre os jogadores ainda no ativo e em terceiro entre todos os QB's da história da Liga. Em termos de jardas de passe, lidera entre os QB's no ativo, com 60.903 jardas, sendo quarto na história do jogo, atrás dos lendários Peyton Manning, Brett Favre e Dan Marino.

Um dos grandes motivos para o sucesso deste futuro Hall of Famer é a sua durabilidade. Em 14 anos de NFL, esteve sem falhar um jogo até à partida da Week 3 do ano passado contra os Panthers e esse foi mesmo o único jogo que falhou na sua carreira.

About The Author

João Malha

Profissional da área de comunicação e marketing, e sempre ligado ao desporto, sempre me fascinou o conceito de showbiz dos norte-americanos no que toca à promoção de qualquer espectáculo desportivo. Quando em 2003, a SportTv transmitiu pela primeira vez o Super Bowl, com estrondosa vitória dos Buccaneers de John Gruden sobre os Raiders, a curiosidade cresceu e ano após anos comecei a seguir as transmissões do maior evento desportivo mundial. Mas como em tudo na vida (pelo menos na minha forma de estar), é preciso um motivo mais forte para nos agarrarmos às coisas. Uma paixão que nos alimenta. E foi isso que aconteceu em 2010, aquando da final de Miami, ganha pelos Saints frente aos Colts do lendário Peyton Manning. Nesse dia senti finalmente que aquela era a minha equipa! E o aparecimento da ESPN America ajudou a não mais largar este desporto espectacular, que sigo semanalmente. Na Week 1 da temporada 2012/2013, cumpri o sonho de ir ver um jogo dos Saints ao vivo, ao Mercedes-Benz Superdome. Não vi os Saints vencerem, mas quem sabe se não terei a oportunidade de dizer que assisti ao primeiro jogo na NFL de um dos maiores QB’s da sua história, Robert Griffin III. Ver os Saints ao vivo foi uma experiência única que me faz olhar para o desporto com outros olhos. Quero saber mais e mais sobre o jogo, a sua história, lendas, regras, tácticas, etc. Let’s play ball!!!!

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online