LPFA 2015: Semana 11

André Amorim 17 de Fevereiro de 2016 Jogos LPFA, Portugal Comentários Desligados
Christopher Miranda marca e ajuda Mutts a seguirem invictos

LPFA 2015: Semana 11

No fim-de-semana onde se disputa o final da primeira fase da época regular, não se decidiram cenários mas tivemos bons jogos de Futebol Americano. Fiquem agora com o resumo dos mesmos:

Último do Sul

Um jogo entre duas equipas que vinham moralizadas de uma vitória no seu último jogo, respectivamente, sendo que nesse mesmo jogo também tinham marcado o maior número de pontos da época. Como tal, era esperado um jogo explosivo e com imensos pontos. Nesse sentido os Sharks entraram em campo mas encontraram uma defesa dos Devils que os conseguiu parar e forçar a entregar a bola ao seu ataque. Recorrendo a maioritariamente jogadas de corrida, Willian La'Prado acabaria por marcar os primeiros pontos da partida numa corrida pelo meio da sua linha ofensiva.

Já no segundo quarto, Ryan De'Loureiro num quarto down muito perto da goaline, daria os primeiros pontos para a sua equipa e concretizaria os dois pontos seguintes num passe para Filipe Silva. Na posse de bola seguinte, Joey Bradley lança o seu primeiro touchdown num passe para Pedro Almeida. Na reposição de bola seguinte, no kickoff, teríamos um safety que ditava mais dois pontos para a equipa da casa e nova posse de bola, que se viria a traduzir em mais pontos com uma corrida de Jerónimo Sebastião. Ainda antes do intervalo, Willian La'Prado marcaria o seu segundo touchdown do encontro com nova corrida. Ao intervalo o resultado estava fixado nos 32-8 e os Devils pareciam estar melhores na partida.

Na segunda parte os Devils entraram a atacar mas a defesa dos Sharks esteve muito assertiva e conseguiu parar o ímpeto da equipa da casa. Num quarto sem grandes ideias, os únicos pontos acabariam por surgir num novo touchdown de passe de Joey Bradley para Pedro Almeida. Já no último quarto, Joey Bradley passava para Collin Franklin que marcava o seu primeiro na partida. Numa fase em que ambas as equipas já geriam o jogo, um passe longo de Ryan De'Loureiro para Brandon SooHoo adicionava os últimos pontos ao marcador e fixava o resultado final nos 48-16 com a vitória a pender para a equipa da casa.

Os Devils seguem invictos na competição e os Sharks terminam a primeira fase da competição no segundo lugar e apenas dependem deles para chegarem aos playoffs.

Segundo Strike

Num jogo onde ambas as equipas já tinham os seus lugares definidos para o final da primeira fase da época regular, os Paredes Lumberjacks recebiam os Black Knights. Um jogo que também foi brindado com muito mau tempo e onde na primeira parte isso contribuiu para 0 pontos para cada lado.

Na segunda parte os Lumberjacks conseguiram fazer maior uso da sua experiência e, o já mais que “culpado” Miguel Dias marcaria os primeiros pontos para a sua equipa, o mesmo atleta acabaria por colocar mais dois pontos no marcador. O jogo desenrolava-se e os Black Knights tentavam responder, sendo que são hoje uma equipa bem mais coesa e capaz do que aquela que se estreou na Liga Portuguesa de Futebol Ameriano no início da temporada. Acabaria por ser Kevin Turner, o recente reforço dos Lumberjacks vindo dos Algarve Sharks, que marcaria os pontos seguintes ao concretizar um safety.

Ainda antes do final da partida, touchdown de corrida de João Dias, que se estreava e que daria os últimos pontos para a equipa da casa numa vitória pela margem de 16-0 contra os visitantes de Braga. Com esta vitória e como já foi dito, os Lumberjacks mantêm o seu terceiro lugar e os Black Knights continuam em última posição do Grupo Norte e já fora da luta pelos playoffs.

Batalha da Maia

Num jogo onde os Porto Mutts eram claros favoritos, quer fosse no confronto directo contra os Mustangs, quer fosse pela excelente performance na edição actual da competição, os Mustangs e Mutts entraram em campo e tiveram que defrontar um adversário em comum, o mau tempo.

O primeiro touchdown do encontro chegou num punt bloqueado pelas equipas especiais dos Mutts, José Ferraz recupera a bola e marca os primeiros pontos do dia. Na posse de bola seguinte para os visitantes, Alexandre Soares faz um passe para Christopher Miranda e voltam a adicionar mais pontos ao marcador. Ainda na primeira parte, os Mustangs tentavam responder mas não conseguiam avançar contra aquela que é a melhor defesa da competição. Uma nova falha nas equipas especiais dos Mustangs, permitiu novo touchdown quando Nélson Fernandes recupera um fumble e marca novo touchdown, o segundo defensivo para os Mutts. Antes do intervalo, novo touchdown através de uma corrida de João “Train” Marques, sendo que o kicker Hélio Reis se mostrava certeiro e marcava os quatro pontos extras, deixando o resultado nos 28-0.

Alexandre Soares e Pedro Silva festejam touchdown

Alexandre Soares e Pedro Silva festejam touchdown
Foto de Porto Mutts CFA

Na segunda parte os Mutts limitaram-se a gerir o jogo e os Mustangs ainda que tentassem responder, pouco conseguiam fazer ofensivamente e, defensivamente, ainda que estivessem bem, permitiram dois touchdowns, ambos a passe de Alexandre Soares – que lançou três no dia – o primeiro para Pedro Silva e o segundo para Brian Lopes. Desta feita o kicker Hélio Reis falharia um ponto extra, algo que não lhe é comum. O resultado final foi de 41-0 numa vitória bem conseguida e que deixa os Mutts invictos no primeiro lugar do Grupo Norte e que deixa os Mustangs praticamente fora dos playoffs e em quinto lugar no mesmo grupo.

Brevemente iremos dar mais informações sobre a segunda fase da época regular da Liga Portuguesa de Futebol Americano.

Legenda da Foto da Capa

Christopher Miranda marca e ajuda Mutts a seguirem invictos

About The Author

André Amorim

Desde pequeno que adoro desporto e tive a oportunidade de fazer alguns, individuais e colectivos. O Futebol Americano surgiu na minha vida era eu um adolescente e desde então que estou ligado ao mesmo e tive a oportunidade de acompanhar o seu crescimento pelo Mundo e em particular no nosso Portugal. Competi durante seis anos nos Lisboa Navigators, tive a oportunidade de realizar jogos internacionais em Espanha e de me sagrar por quatro vezes campeão nacional de Futebol Americano. Mas foi em 2013 que aceitei um desafio maior e me juntei a um novo projecto, os Lisboa Devils, para assumir as funções de Head Coach. Durante todo este percurso, sempre tive ligado à divulgação e comunicação do desporto e fundei o FA Portugal, uma "entidade" que tenta reunir todos os jogadores, seguidores e amantes do futebol americano em Portugal e, em particular, da Liga Portuguesa de Futebol Americano. Aquilo que mais gosto do Futebol Americano é a capacidade que tem de nos fazer mudar processos nas nossas vidas e nos fazer crescer, quer seja como atletas, quer seja como pessoas perante a vida. Na NFL sou um "Niner" e dos meus maiores sonhos é um dia ter a oportunidade de ir a San Francisco e ver um jogo dos meus 49ers, algo que já consegui fazer mas numa das suas incursões a Londres.

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online