LPFA 2015 – Semana 12

André Novais de Paula 2 de Março de 2016 Jogos LPFA, Portugal Comentários Desligados
Porto Mutts

LPFA 2015 – Semana 12

Depois de uma paragem de uma semana para todas as equipas descansarem a Liga Portuguesa de Futebol Americano regressou e com quatro jogos que prometiam imenso. Foi o arranque da segunda fase da época regular com os primeiros embates entre equipas do Grupo Sul com equipa do Grupo Norte e o espectáculo estava prometido e não deixou ninguém desiludido.

Batalha dos Invictos

Lisboa Devils 34 – 21 Porto Mutts

Os Lisboa Devils e Porto Mutts, os dois invictos da LPFA tinham encontro marcado pela primeira vez na história da competição para o passado sábado. Era um jogo esperado com grande expectativa e onde o melhor ataque, Devils, iria encontra a melhor defesa, Mutts.

O jogo começou com os Mutts a atacarem mas sem conseguirem levar a sua ofensiva a bom porto. Os Devils entravam e demonstravam o porque de serem o melhor ataque com um drive muito variado que culminou com um passe de Joey Bradley para Collin Franklin. O jogo prosseguia e o ataque dos Mutts não conseguia produzir, sendo que do outro lado, os Devils, tiveram um segundo quarto de luxo onde marcaram três touchdowns, todos eles de passe e todos para três jogadores diferentes, Bernardo Solipa, Pedro Flores e Pedro Almeida. Ao intervalo os Devils venciam 28-0 e dominavam a partida.

Já na segunda parte assistimos a um jogo totalmente diferente. Os Mutts entraram muito fortes e começaram a conseguir mover a bola ofensivamente. Marcariam o primeiro touchdown com uma corrida de João Marques pelo meio da sua linha ofensiva e dava início aquela que seria uma segunda parte dominada pela equipa da casa. No último quarto, nova corrida de João Marques relançava o jogo, um passe de Alexandre Soares para Saulo Diniz deixava o jogo muito vivo e, já dentro dos cinco minutos finais um fieldgoal de Hélio Reis deixava o jogo separado por apenas sete pontos.

E foi após esse momento que um return de David Silva deu uma excelente posição de campo aos Devils que acabaria por marcar os seus únicos pontos da segunda parte numa corrida do quarterback Joey Bradley, sendo que o resultado final ficava fixo nos 34-21. Um jogo fantástico de Futebol Americano, com duas partes distintas e onde a vitória esteve ao alcance de ambas as equipas.

Duelo Histórico

Paredes Lumberjacks 12 – 48 Lisboa Navigators

Bruno Publiese

Bruno Pugliese, atleta dos Navigators com uma catch fantástica no jogo contra os Paredes Lumberjacks

Frente a frente, na Picheleira, teremos as duas equipas que nos primórdios da LPFA protagonizaram duas grandes finais, os Lisboa Navigators e os Paredes Lumberjacks. A história dizia-nos que os Navigators nunca haviam perdido contra a equipa dos Lumberjacks e, como tal, eram os favoritos à partida para este jogo.

E esse favoritismo cedo se confirmou quando nas duas primeiras posses de bola ofensiva, Nélson Fidalgo, atleta dos Navigators, marcou dois touchdowns, um a passe de José Pedro e outro numa corrida do backfield. Após isso e num jogo que foi fortemente influenciado pelas condições climatéricas, os Lumberjacks tentavam reagir mas sem grande consequência ofensiva. Os Navigators voltariam a marcar e dilatavam a vantagem. Foi já perto do intervalo que os Lumberjacks conseguiram marcar numa corrida de Miguel Dias, jogador que este ano tem tido visitas constantes à endzone dos adversários. Ao intervalo os Navigators venciam 32-6.

Na segunda parte os Navigators continuaram por cima do encontro, progrediam no terreno e o resultado continuava a ser dilatado. Os Lumberjacks, no entanto, também conseguiam marcar pontos na segunda parte com uma corrida de Vitor Carvalho, num jogo que acabou por terminar com o resultado de 48-12 a favor da equipa da casa mas entre duas equipas que têm aspirações de playoffs e que ainda se podem cruzar novamente.

Inédito

Algarve Sharks 08 – 00 Braga Warriors

Duelo inédito aquele que observamos em Braga com os Algarve Sharks a fazerem mais de 700 kms para defrontarem os Braga Warriors. Um jogo que se esperava muito bem disputado e que prometia imenso entre os dois segundos classificados de cada grupo.

O jogo acabou por ser o que já referimos anteriormente, muito bem disputado. Ambas as defesas entraram muito bem no jogo e foram conseguindo controlar o ímpeto dos ataques. Os Sharks utilizavam na sua maioria jogadas de corrida do seu quarterback e, os Warriors, tentavam estabelecer a corrida e fazer uso do seu quarterback que também é bastante atlético.

O primeiro e único touchdown do encontro acabou por ser marcado no segundo quarto do jogo. Esse touchdown resultou de um passe de Ryan DeLoureiro para o seu alvo favorito, Brandon SooHoo. No seguimento desse touchdown, os Sharks converteram dois pontos e levavam uma vantagem de 8-0 para o intervalo.

Na segunda parte do encontro o jogo foi altamente disputado e na sua maioria com as defesas a demonstrarem muita solidez. Ambas as equipas ainda estiveram perto de marcar, inclusive estando na redzone adversária, mas dois turnovers para a equipa da casa e um para os visitantes, não permitiram mais pontos para qualquer uma das equipas.

Os Sharks acabaram por conseguir uma vitória muito suada, por apenas um touchdown, mas que lhes permite continuar a trabalhar para marcarem presença nos playoffs da Liga Portuguesa de Futebol Americano. Os Warriors, apesar da derrota, também já têm assegurada a presença nos playoffs, ficaram foi arrecadados de lutarem pelo primeiro lugar no Grupo Norte.

Os Pioneiros

Porto Renegades 00 – 46 Crusaders Futebol Americano

As duas equipas mais antigas no panorama nacional do Futebol Americano, Porto Renegades e Crusaders Futebol Americano, encontravam-se pela primeira vez em duas temporadas. Os Renegades precisavam urgentemente de uma vitória para ainda conseguirem pensar numa presença nos playoffs mas do outro lado estava uma equipa que também precisava de vencer para ambicionar esse feito.

Os Crusaders entraram muito fortes e num primeiro quarto muito forte marcaram por três vezes, deixando os Renegades sem grande fôlego ofensivo para acompanhar a capacidade explosiva da equipa da casa. No segundo quarto os Crusaders marcariam por mais uma vez, sendo que este quarto foi pautado por imensas faltas técnicas ofensivas e em particular na equipa dos Crusaders. Os Renegades, sempre combativos, tentavam reagir mas não conseguiam produzir ofensivamente o suficiente para ameaçar a defesa dos Crusaders.

Na segunda parte os Crusaders limitaram-se a gerir o jogo e continuaram a compilar touchdowns, mais três, chegando ao resultado final de 46-0. Os Renegades nunca conseguiram ombrear com a equipa da casa e apesar de muito esforço e vontade, acabaram por perder e ver desta forma as suas esperanças de irem aos playoffs na presente edição da competição, desvanecerem.

Próxima Semana

Mais três duelos no próximo fim-de-semana. Os Lisboa Devils vão receber os Braga Warriors, no Sport Lisboa Olivais a partir das 15:00 do próximo sábado. Os Paredes Lumberjacks recebem os Maia Mustangs a partir das 18:30 desse sábado, num jogo de extrema importância e que lhes garante presença nos playoffs da competição.

Já no domingo, os Porto Renegades e Black Knights jogam, num jogo que em termos de classificação não terá impacto mas onde ambas as equipas irão jogar para vencer, como sempre.

Legenda da Foto da Capa

Melhor Ataque contra Melhor Defesa em jogo “abençoado” com granizo
Foto de Porto Mutts

About The Author

André Novais de Paula

Sempre gostei de desporto e sempre senti uma grande curiosidade em relação a desportos Americanos, mas infelizmente o contacto com essa realidade era escasso e intermitente. Cheguei mesmo a jogar InLine Hockey (semelhante ao Ice Hockey, mas com patins em linha) durante vários anos nos Sharks de Oeiras, mas mesmo seguir a NHL era complicado. Tudo mudou quando a televisão por cabo começou a transmitir canais com estes desportos. O Futebol Americano foi Amor à primeira vista. Para que eu ficasse completamente viciado bastou ver o primeiro jogo. Depois disso já não havia volta atrás. O passo seguinte foi começar a descobrir cada vez mais sobre este incrível desporto. Rapidamente constatei que não havia muita informação em Português e juntamente com o Paulo Silva Curto abri uma página no Facebook para juntar outros fãs de Futebol Americano. Não sonhávamos na altura que este pequeno projecto iria crescer desta forma e que um dia iríamos ter um Blog dedicado somente a este desporto que nos tem dado tantas alegrias e horas bem passadas. Aproveito para confessar que sou fã dos Green Bay Packers. Go Packers!

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online