LPFA 2015: Semana 9

André Amorim 2 de Fevereiro de 2016 Jogos LPFA, Portugal Comentários Desligados
Algarve Sharks

LPFA 2015: Semana 9

Neste fim-de-semana tivemos dois jogos para a Liga Portuguesa de Futebol Americano. No sul, em Lisboa, tínhamos embate entre Algarve Sharks e Lisboa Navigators e, no norte, duelo da invicta entre os Porto Mutts e Porto Renegades.

Batalha da Invicta

Joao "Train" Marques contou com três touchdowns no jogo de domingo

Joao “Train” Marques contou com três touchdowns no jogo de domingo
Foto de PhotoSports

No Porto os Porto Mutts recebiam os Porto Renegades, rivais de cidade, para um embate que poderia definir a classificação final do Grupo Norte, pelo menos no primeiro lugar. Os Mutts vinham de uma senda invicta e, como tal, não iriam facilitar a vida aos seus rivais. Algo que demonstraram desde o início com um touchdown de corrida nos primeiros drives ofensivos através de João “Train” Marques. Sem darem hipótese de resposta ao ataque dos Renegades, Tiago Costa, linebacker dos Mutts e antigo jogador dos Renegades, fazia um safety e dilatava a vantagem da equipa da casa.

Ainda antes do intervalo, mais dois touchdowns, ambos para os Mutts, com um passe do quarterback Alex Soares para Brian Lopes e o outro numa corrida de António Neves. Ao intervalo o resultado estava fixo nos 23-0.

No arranque da segunda parte os Renegades tentavam responder e voltar ao jogo mas a defesa dos Mutts que é a melhor defesa do campeonato até ao momento, estava em “dia sim” e não deixava qualquer tipo de execução ofensiva dos visitantes ir até bom porto. João “Train” Marques voltaria a marcar, novamente numa corrida, e Alex Soares voltaria a passar para Brian Lopes, para mais dois touchdowns no quarto.

Já no último quarto, os Renegades continuavam sem marcar e os Mutts ampliavam a vantagem, primeiro com um punt return de João “Train” Marques, que fazia o seu terceiro touchdown do encontro e, o último touchdown do encontro com uma nova corrida de António Neves que bisava no encontro. O resultado final foi de 51-0 para a equipa da casa e menção ainda do trabalho perfeito do kicker Hélio Reis com sete pontos extras bem convertidos em sete tentativas.

Com esta vitória os Mutts assumem o primeiro lugar do norte para a segunda fase da época regular, os Renegades ainda estão na luta pelos playoffs e irão disputar contra os Lumberjacks o terceiro lugar do grupo norte para esta segunda fase.

Mar de Decisões

No duelo do Grupo Sul deste fim-de-semana os Lisboa Navigators recebiam na Picheleira os Algarve Sharks. Ambas as equipas tinham-se defrontado a meio de Dezembro e na altura a vitória ficou do lado dos Navigators pelo parcial de 19-13. Este jogo era de caracter importante uma vez que uma vitória para os Navigators lhes dava o segundo lugar do grupo e, ao mesmo tempo, os Sharks também precisavam de vencer para ficarem nessa posição.

Os Navigators entraram com o seu ataque e num drive longo e com imensas jogadas de corrida, terminaram com um touchdown de Marco Madeira e os primeiros pontos do jogo. Os Sharks responderam e marcariam com um passe de Ryan DeLoureiro para Brandon SooHoo. O jogo prometia pontos, prometia espectáculo e ambas as equipas estavam em bom plano. Ainda no primeiro quarto os Sharks bloqueiam um punt dos Navigators e André Rocha recupera a bola na endzone, dando a vantagem aos Sharks.

Já no segundo quarto os Navigators respondiam e José Pedro num quarterback sneak deixa o jogo empatado. Mas ainda antes do intervalo os Sharks voltariam a responder e Ryan DeLoureiro, desta feita, marca um touchdown de corrida. Chegávamos ao intervalo e a vantagem era de 22-14 a favor dos visitantes.

Na segunda parte o jogo continuava equilibrado e com ambas as equipas a avançarem e marcarem pontos, os Sharks na sua maioria utilizando jogadas de passe e os Navigators utilizando jogadas de corrida. Com o resultado separado por dois touchdowns a favor dos Sharks, Filipe Correia faria uma “pick 6″ e deixava os Sharks com uma vantagem mais confortável. Mas os Navigators ainda estavam no jogo e Marco Madeira voltaria a marcar numa nova corrida e relançava o encontro.

Já no último quarto, os Sharks acabariam por cimentar a sua vantagem e marcariam com mais passes de Ryan DeLoureiro, para Brandon SooHoo e João Lobato. Ainda antes do final do encontro os Navigators marcariam com um touchdown de corrida de Ricardo Ladeira. Ainda numa tentativa de voltar ao jogo pelos Navigators, numa tentativa de onside, os Sharks acabariam por recuperar a bola, marcariam touchdown e terminaria o jogo sem que mais pontos fossem marcados.

O resultado final foi de 66-36 a favor dos Sharks que desta forma estão em excelentes condições de ficarem em segundo lugar no Grupo Sul, sendo que para isso lhes basta vencer o próximo jogo contra os Devils. Já os Navigators o melhor que podem fazer é um terceiro lugar no Grupo Sul e para isso precisam que os Devils vençam os Crusaders no próximo fim-de-semana. Ainda todas as equipas do Grupo Sul se podem classificar para os playoffs e estas classificações que são mencionadas é para a definição dos embates na segunda fase da época regular, na fase entre grupos.

No Próximo Fim-de-semana

Em fim-de-semana de Superbowl nos Estados Unidos a Liga Portuguesa de Futebol Americano vai produzir três embates que tu não vais querer perder:

Legenda da Foto de Capa

Embate entre Sharks e Navigators produz mais de 100 pontos
Foto de GodsetGodinho

About The Author

André Amorim

Desde pequeno que adoro desporto e tive a oportunidade de fazer alguns, individuais e colectivos. O Futebol Americano surgiu na minha vida era eu um adolescente e desde então que estou ligado ao mesmo e tive a oportunidade de acompanhar o seu crescimento pelo Mundo e em particular no nosso Portugal. Competi durante seis anos nos Lisboa Navigators, tive a oportunidade de realizar jogos internacionais em Espanha e de me sagrar por quatro vezes campeão nacional de Futebol Americano. Mas foi em 2013 que aceitei um desafio maior e me juntei a um novo projecto, os Lisboa Devils, para assumir as funções de Head Coach. Durante todo este percurso, sempre tive ligado à divulgação e comunicação do desporto e fundei o FA Portugal, uma "entidade" que tenta reunir todos os jogadores, seguidores e amantes do futebol americano em Portugal e, em particular, da Liga Portuguesa de Futebol Americano. Aquilo que mais gosto do Futebol Americano é a capacidade que tem de nos fazer mudar processos nas nossas vidas e nos fazer crescer, quer seja como atletas, quer seja como pessoas perante a vida. Na NFL sou um "Niner" e dos meus maiores sonhos é um dia ter a oportunidade de ir a San Francisco e ver um jogo dos meus 49ers, algo que já consegui fazer mas numa das suas incursões a Londres.

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online