LPFA: Semana 4

André Amorim 14 de Dezembro de 2015 Jogos LPFA, Portugal Comentários Desligados
Coin Toss no jogo entre Crusaders e Sharks

LPFA: Semana 4

Neste fim-de-semana da Liga Portuguesa de Futebol Americano tínhamos apenas dois jogos marcados, sendo que um deles era expectado com particular interesse pois colocava frente a frente duas equipas que se tinham disputado duas semanas antes. Os Algarve Sharks depois de terem recebido e vencido (32-19) os Crusaders CFA, viajavam agora até ao seu reduto onde se esperava um jogo duro e com ambas as equipas a se terem ajustado ao estilo de jogo de cada uma. Já a norte, os pioneiros do Futebol Americano em Portugal, Porto Renegades, recebiam os rookies, Black Knights.

A Desforra

O jogo começou a “full speed” com os Crusaders a marcarem logo na sua segunda jogada de scrimmage após uma corrida de Thomas Primo, novo quarterback titular da equipa dos Crusaders, que de resto acabaria por ter uma excelente exibição neste jogo. Os Sharks responderam e através de Ryan DeLoureiro, também quarterback, visitavam a endzone e faziam os primeiros pontos. No final do primeiro quarto a margem diferencial era de apenas um ponto e com ambas as equipas apenas a terem marcado um touchdown.

Já no segundo quarto, os Sharks marcaram primeiro com um passe de Ryan DeLoureiro para Kevin Belhaj e com dois pontos bem convertidos numa corrida do seu quarterback. Os Crusaders decididos a voltarem a estar por cima do marcador, marcam dois touchdowns com duas corridas do seu runningback, Juzz Tiny, que acabaria por ter um dia diabólico onde visitou a endzone por cinco vezes. No entanto, ainda antes do intervalo, os Sharks voltariam a marcar numa jogada algo improvisada onde o runningback B.J.Wilson corre 30 jardas para o touchdown e para dar uma vantagem de 3 pontos ao intervalo para os visitantes.

Já na segunda parte os Sharks entraram algo desconcentrados e os Crusaders foram os primeiros a capitalizar ao recuperarem um fumble. Na sequência desse mesmo fumble temos um touchdown, Juzz Tiny, que devolvia a liderança aos Crusaders. Após este momento os Sharks ainda foram atrás do resultado mas sempre que marcavam os Crusaders respondiam e não deixavam hipóteses aos Sharks de voltarem a estar por cima do marcador.

Corrida de Ryan DeLoureiro, quarterback dos Algarve Sharks

Corrida de Ryan DeLoureiro, quarterback dos Algarve Sharks
Foto de Margarida Cautela

Do lado dos Crusaders ainda tivemos tempo de assistir a dois passes de Thomas Primo para os wide-receivers João Silva e Duarte Cruz, bem como mais duas corridas de Juzz Tiny que teve o seu melhor jogo até este momento na 7ª edição da LPFA. Do lado dos Sharks, Ryan DeLoureiro fez dois passes para touchdown, um para B.J.Wilson e outro para João Lobato. O touchdown mais emocionante do encontro foi já perto do final com um kickoff return de B.J.Wilson.

O resultado final foi de 54-43 a favor dos Crusaders Futebol Americano que alcançaram desta forma a sua primeira vitória esta temporada. Os Algarve Sharks sofrem a primeira derrota num jogo que foi emocionante do início ao fim da partida. De ressalvar que este resultado, um autêntico “shootout”, foi dos jogos com mais pontos da LPFA e que, no aglomerado dos dois encontros os Sharks têm vantagem no confronto directo com os Crusaders por apenas 2 pontos. ( 1º jogo: (32-19) ; 2º jogo (54-43))

Up in the North

Os pioneiros do Futebol Americano recebiam os rookies, num jogo onde havia um claro favoritismo para a equipa do Porto mas onde se esperava com entusiasmo para ver a evolução da jovem equipa de Braga. Na primeira parte os Renegades conseguiram ir avançando no terreno e marcando touchdowns, os Black Knights no entanto foram conseguindo travar essa ofensiva e ao intervalo o resultado que se registava era de apenas dois touchdowns de diferença (12-0).

Já na segunda parte, com algumas lesões e alguma inexperiência a se fazer notar na equipa dos visitantes, os Renegades foram conseguindo dilatar o resultado. Um dos aspectos mais determinantes deste jogo, bem como em qualquer jogo de Futebol Americano, acabaram por ser os turnovers que a equipa visitante acabou por conceder. Em Special Teams acabaram por fazer três fumbles e, em termos ofensivos, depois de terem estado muito perto de marcar, novo erro, tirou-lhes a bola das mãos do seu ataque. Os Renegades, equipa mais experiente e equipa que abordou esta temporada com nova “vontade e garra” soube controlar e estar por cima do encontro e ir marcando touchdowns. Desta forma, os Renegades, acabaram por alcançar a primeira vitória do campeonato, sendo que os Black Knights continuam a mostrar “flashes” de bom football mas ainda têm que ganhar mais experiência para conseguirem ombrear contra equipas mais experiência e que por certo não lhes irão facilitar a vida.

A marcha do marcador foi algo como deixamos abaixo:
(12-0) Hugo Lopes – Touchdown de corrida
(18-0) Miguel Filipe de Sousa – Touchdown de passe
(24-0) Pedro Freitas – Touchdown de passe
(36-0) Luís Pedro Pinto – Dois touchdowns de corrida
(42-0) Miguel Silva Sousa – Touchdown de corrida
(44-0) Diogo Helena – Conversão de dois pontos

No Próximo Fim-de-semana…

Quatro jogos em expectativa antes de uma paragem para as festas de Natal e final de ano. No próximo sábado os Lisboa Devils recebem os Crusaders Futebol Americano em jogo de estreia no Sport Lisboa Olivais a partir das 15:00. Ainda no mesmo dia, mas em Braga, a partir das 16:00, os Braga Warriors recebem os Paredes Lumberjacks. Já no domingo, os Lisboa Navigators viajam até Faro para defrontar os Algarve Sharks e, mais a norte, os Maia Mustangs recebem os Porto Renegades com ambos os jogos a começarem pelas 15:00.

Foto de Capa

Coin Toss no jogo entre Crusaders e Sharks

Foto de Margarida Cautela Photography

About The Author

André Amorim

Desde pequeno que adoro desporto e tive a oportunidade de fazer alguns, individuais e colectivos. O Futebol Americano surgiu na minha vida era eu um adolescente e desde então que estou ligado ao mesmo e tive a oportunidade de acompanhar o seu crescimento pelo Mundo e em particular no nosso Portugal. Competi durante seis anos nos Lisboa Navigators, tive a oportunidade de realizar jogos internacionais em Espanha e de me sagrar por quatro vezes campeão nacional de Futebol Americano. Mas foi em 2013 que aceitei um desafio maior e me juntei a um novo projecto, os Lisboa Devils, para assumir as funções de Head Coach. Durante todo este percurso, sempre tive ligado à divulgação e comunicação do desporto e fundei o FA Portugal, uma "entidade" que tenta reunir todos os jogadores, seguidores e amantes do futebol americano em Portugal e, em particular, da Liga Portuguesa de Futebol Americano. Aquilo que mais gosto do Futebol Americano é a capacidade que tem de nos fazer mudar processos nas nossas vidas e nos fazer crescer, quer seja como atletas, quer seja como pessoas perante a vida. Na NFL sou um "Niner" e dos meus maiores sonhos é um dia ter a oportunidade de ir a San Francisco e ver um jogo dos meus 49ers, algo que já consegui fazer mas numa das suas incursões a Londres.

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online