20 Maiores Salários da NFL em 2015

André Novais de Paula 27 de Maio de 2015 NFL Comments
Football Money

20 Maiores Salários da NFL em 2015

Depois do frenesim da Free Agency, a somar ao Draft, os orçamentos das equipas já estão elaborados e como se esperava, na maior partes dos casos, a grande fatia do bolo vai para o jogador mais importante da equipa: o Quarterback.

Por isso não é de estranhar que nos 20 maiores salários da próxima época, 15 jogadores actuam nessa posição.

  1. Aaron Rodgers, Green Bay Packers – $22,000,000
  2. Ben Roethlisberger, Pittsburgh Steelers – $21,850,000
  3. Matt Ryan, Atlanta Falcons – $20,750,000
  4. Joe Flacco, Baltimore Ravens – $20,100,00
  5. Drew Brees, New Orleans Saints – $20,000,000
  6. Ndamukong Suh, Miami Dolphins – $19,000,000
  7. Colin Kaepernick, San Francisco 49ers – $19,000,000
  8. Jay Cutler, Chicago Bears – $18,100,000
  9. Tony Romo, Dallas Cowboys – $18,000,000
  10. Matthew Stafford, Detroit Lions – $17,666,667
  11. Alex Smith, Kansas City Chiefs – $17,000,000
  12. Peyton Manning, Denver Broncos – $17,000,000
  13. J.J. Watt, Houston Texans – $16,667,571
  14. Carson Palmer, Arizona Cardinals – $16,500,000
  15. Eli Manning, New York Giants – $16,250,000
  16. Calvin Johnson, Detroit Lions – $16,207,143
  17. Mario Williams, Buffalo Bills – $16,000,000
  18. Andy Dalton, Cincinnati Bengals – $16,000,000
  19. Gerald McCoy, Tampa Bay Buccaneers – $15,866,667
  20. Philip Rivers, San Diego Chargers – $15,300,000

Com alguma surpresa e até mesmo espanto é que nesta lista há jogadores como Jay Cutler, Colin Kaepernick e Alex Smith à frente de jogadores como os irmão Manning que já venceram Superbowls. Grande destaque também vai para as equipas que foram ao último Superbowl. Tanto os New England Patriots, como os Seattle Seahawks, figuram nesta lista com qualquer nome, o que mostra como o seu Salary Cap, é extremamente bem gerido.

About The Author

André Novais de Paula

Sempre gostei de desporto e sempre senti uma grande curiosidade em relação a desportos Americanos, mas infelizmente o contacto com essa realidade era escasso e intermitente. Cheguei mesmo a jogar InLine Hockey (semelhante ao Ice Hockey, mas com patins em linha) durante vários anos nos Sharks de Oeiras, mas mesmo seguir a NHL era complicado. Tudo mudou quando a televisão por cabo começou a transmitir canais com estes desportos. O Futebol Americano foi Amor à primeira vista. Para que eu ficasse completamente viciado bastou ver o primeiro jogo. Depois disso já não havia volta atrás. O passo seguinte foi começar a descobrir cada vez mais sobre este incrível desporto. Rapidamente constatei que não havia muita informação em Português e juntamente com o Paulo Silva Curto abri uma página no Facebook para juntar outros fãs de Futebol Americano. Não sonhávamos na altura que este pequeno projecto iria crescer desta forma e que um dia iríamos ter um Blog dedicado somente a este desporto que nos tem dado tantas alegrias e horas bem passadas. Aproveito para confessar que sou fã dos Green Bay Packers. Go Packers!