A História dos Denver Broncos

João Malha 5 de Fevereiro de 2016 Equipas NFL, NFL Comentários Desligados
Denver Broncos

A História dos Denver Broncos

Ao contrário dos seus rivais do Super Bowl 50, os Denver Broncos têm uma longa história na NFL, desde a década de 60. A equipa do estado do Colorado joga no estádio Sports Authority Field at Mile High desde 2001, depois de 40 anos no Mile High Stadium.

O início da sua história não foi particularmente brilhante pois foi preciso esperar 13 anos para conseguir uma época com registo positivo e 17 para chegarem aos playoffs, curiosamente, atingiriam logo o Super Bowl. Apesar do mau arranque, a verdade é que desde a primeira ida à postseason, os Broncos tornaram-se numa das equipas de maior sucesso da NFL, com apenas seis épocas com registo negativo nos últimos 40 anos!

Títulos

O palmarés é invejável: oito títulos da AFC e dois Super Bowls! A isso somam-se 22 presenças nos playoffs e 15 títulos divisionais.

A sua estreia no Super Bowl foi em 1977, tendo perdido com os Dallas Cowboys por 27-10. Nas décadas de 80 e 90 os Broncos repetiram a presença no jogo decisivo por três vezes. O primeiro foi perdido para os New York Giants, por 39-20, o segundo para os Washington Redskins por 42-10 e o terceiro para os San Francisco 49ers por 55-10, a maior diferença de pontos num Super Bowl.

Seria no final da década de 90, mais concretamente em 1997, que os Broncos conseguiriam finalmente vencer o Super Bowl. À quinta foi de vez. Liderados pelo mítico QB John Elway, hoje General Manager da equipa, venceram por 31-24 os campeões em título, Green Bay Packers. E tomaram-lhe o gosto, pois no ano seguinte repetiram o feito, tornando-se bicampeões, ao baterem os Atlanta Falcons por 34-19.

Foi a última vez que conquistaram o troféu Vince Lombardi. De 1998 até ao Super Bowl 50 do próximo domingo, apenas uma presença no jogo mais desejado. Foi há dois anos, frente aos Seattle Seahawks, onde foram esmagados por concludentes 43-8.

Uma Defesa que Vale por Dois

O ocaso de Peyton Manning coincidiu com o emergir de uma defesa que foi a melhor da Liga na maior parte da época. O ataque dos Broncos foi confrangedor na maioria dos jogos, com ou sem Manning, que falhou largo período devido a lesão. Muitos dos jogos foram ganhos graças a takeaways da defesa da franquia do Colorado, que pontuava mais do que o ataque, por incrível que pareça.

Talvez por terem percebido que a máxima de que o ataque ganha jogos mas a defesa campeonatos, que se confirmou quando os Broncos perderam o Super Bowl para os Seahawks há dois anos, levou John Elway a apetrechar com vários jogadores fantásticos a sua defesa. E assim os Broncos estão de volta ao Super Bowl, eles que são a equipa com mais derrotas, cinco. Certamente irão querer evitar que esse registo aumente. A defesa dos Broncos terá a palavra pois não é crível que o ataque liderado por Manning, que deverá fazer o último jogo da sua carreira, seja capaz de se impor de forma a garantir a vitória, ainda para mais com uma defesa como a dos Panthers pela frente.

About The Author

João Malha

Profissional da área de comunicação e marketing, e sempre ligado ao desporto, sempre me fascinou o conceito de showbiz dos norte-americanos no que toca à promoção de qualquer espectáculo desportivo. Quando em 2003, a SportTv transmitiu pela primeira vez o Super Bowl, com estrondosa vitória dos Buccaneers de John Gruden sobre os Raiders, a curiosidade cresceu e ano após anos comecei a seguir as transmissões do maior evento desportivo mundial. Mas como em tudo na vida (pelo menos na minha forma de estar), é preciso um motivo mais forte para nos agarrarmos às coisas. Uma paixão que nos alimenta. E foi isso que aconteceu em 2010, aquando da final de Miami, ganha pelos Saints frente aos Colts do lendário Peyton Manning. Nesse dia senti finalmente que aquela era a minha equipa! E o aparecimento da ESPN America ajudou a não mais largar este desporto espectacular, que sigo semanalmente. Na Week 1 da temporada 2012/2013, cumpri o sonho de ir ver um jogo dos Saints ao vivo, ao Mercedes-Benz Superdome. Não vi os Saints vencerem, mas quem sabe se não terei a oportunidade de dizer que assisti ao primeiro jogo na NFL de um dos maiores QB’s da sua história, Robert Griffin III. Ver os Saints ao vivo foi uma experiência única que me faz olhar para o desporto com outros olhos. Quero saber mais e mais sobre o jogo, a sua história, lendas, regras, tácticas, etc. Let’s play ball!!!!

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online