Kickoff: NFL 2015 Week 10

João Malha 15 de Novembro de 2015 NFL Comentários Desligados
Giants_Pats

Kickoff: NFL 2015 Week 10

Números e Curiosidades da Week 10

  • Nunca um trio de QB-RB-WR com mais de 30 anos conseguiu atingir 4000 jardas de passe+1000 de corrida+1000 de receções. Carson Palmer, Chris Johnson e Larry Fitzgerald estão num ritmo que faz sonhar com essa possibilidade nos Arizona Cardinals.
  • Os Green Bay Packers levam 24 jogos seguidos a bater em casa os Detroit Lions, a maior série de sempre da NFL. A última vez que os Lions venceram em Lambeau Field foi em 1991! E não parece que este ano matem o borrego…
  • Peyton Manning leva oito jogo seguidos com pelo menos uma Interceção. A última série superior foi de Blake Bortles com 9 jogos consecutivos em 2014.
  • Tom Coughlin é o treinador com melhor percentagem de vitórias contra Bill Belichick, com um registo de 5v-1d. O treinador dos Giants leva 3 vitórias seguidas sobre o opositor dos Patriots. Se ganhar hoje novamente faz história pois nunca nenhum treinador venceu quatro vezes consecutivas o técnico dos Patriots, desde que este chegou à franquia em 2000.
  • Jameis Winston leva quatro jogos sem uma interceção. Para um Rookie QB escolhido como número 1 do draft, é preciso recuar a 1950 para encontrar alguém com melhor registo, que foi de cinco jogos nesse longínquo ano.

Os Jogos da Semana

Normalmente designamos um jogo e sugerimos mais 3 ou 4 que não se devem perder de vista. Este domingo, sinceramente, apenas dois jogos merecem amplo destaque pois os restantes ou parecem previsíveis tal o desequilíbrio de forças ou então são entre equipas sem aspirações a playoff pelo que não têm especial motivo de interesse para além de cumprirem calendário.

Como tal, os dois grandes jogos serão mesmo a visita dos New England Patriots a Nova Iorque para enfrentarem a sua besta negra, os New York Giants, e depois o encontro divisional, na NFC West, em Seattle, entre os Seattle Seahawks e os Arizona Cardinals, num jogo que pode ser decisivo para as contas finais da divisão.

Em Nova Iorque, os Patriots surgem como amplos favoritos e nem mesmo a baixa para o resto da época do RB Dion Lewis, que foi a grande surpresa dos campeões em 2015, parece colocar em causa esse favoritismo. O jogo tem mesmo interesse extra pelo passado recente dos confrontos entre ambos, dado que na última década, os Giants bateram por duas vezes os Patriots de Tom Brady e Bill Belichick em Super Bowls. Esta é uma oportunidade para uma pequena vingança, pois uma derrota dos Giants compromete as suas aspirações quando lideram a NFC East.

Já o jogo de Seattle, é não só um jogo de rivalidade divisional, mas é também um encontro entre duas grandes equipas, com ambições ao Super Bowl e à vitória na NFC West. Uma derrota dos Seahawks poderá ser fatal pois tornará improvável uma recuperação que lhes permita vencer a divisão. Por isso, a margem de erro dos campeões de há dois anos é pouca e este é o jogo onde não podem falhar, como tem inesperadamente acontecido em 2015. Os Cardinals já no ano passado lideraram a divisão até perto do fim perdendo essa vantagem na reta final para os Seahawks, certamente Bruce Arians terá aprendido a lição e não quer ver o mesmo filme pelo segundo ano consecutivo.

Horário dos Jogos

Bye Week

Atlanta Falcons, Indianapolis Colts, San Diego Chargers, San Francisco 49ers

Domingo, 15 Novembro

Detroit at Green Bay – PT 6:00 PM; BR 4:00 PM
Dallas at Tampa Bay – PT 6:00 PM; BR 4:00 PM
Carolina at Tennessee – PT 6:00 PM; BR 4:00 PM
Chicago at St. Louis – PT 6:00 PM; BR 4:00 PM
New Orleans at Washington – PT 6:00 PM; BR 4:00 PM
Miami at Philadelphia – PT 6:00 PM; BR 4:00 PM
Cleveland at Pittsburgh – PT 6:00 PM; BR 4:00 PM
Jacksonville at Baltimore – PT 6:00 PM; BR 4:00 PM
Minnesota at Oakland – PT 9:05 PM; BR 7:05 PM
New England at New York Giants- PT 9:25 PM; BR 7:25 PM
Kansas City at Denver – PT 9:25 PM; BR 7:25 PM
Arizona at Seattle – PT 1:30 AM; BR 11:30 PM

Segunda, 16 Novembro

Arizona at Seattle – PT 1:30 AM; BR 11:30 PM

About The Author

João Malha

Profissional da área de comunicação e marketing, e sempre ligado ao desporto, sempre me fascinou o conceito de showbiz dos norte-americanos no que toca à promoção de qualquer espectáculo desportivo. Quando em 2003, a SportTv transmitiu pela primeira vez o Super Bowl, com estrondosa vitória dos Buccaneers de John Gruden sobre os Raiders, a curiosidade cresceu e ano após anos comecei a seguir as transmissões do maior evento desportivo mundial. Mas como em tudo na vida (pelo menos na minha forma de estar), é preciso um motivo mais forte para nos agarrarmos às coisas. Uma paixão que nos alimenta. E foi isso que aconteceu em 2010, aquando da final de Miami, ganha pelos Saints frente aos Colts do lendário Peyton Manning. Nesse dia senti finalmente que aquela era a minha equipa! E o aparecimento da ESPN America ajudou a não mais largar este desporto espectacular, que sigo semanalmente. Na Week 1 da temporada 2012/2013, cumpri o sonho de ir ver um jogo dos Saints ao vivo, ao Mercedes-Benz Superdome. Não vi os Saints vencerem, mas quem sabe se não terei a oportunidade de dizer que assisti ao primeiro jogo na NFL de um dos maiores QB’s da sua história, Robert Griffin III. Ver os Saints ao vivo foi uma experiência única que me faz olhar para o desporto com outros olhos. Quero saber mais e mais sobre o jogo, a sua história, lendas, regras, tácticas, etc. Let’s play ball!!!!

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online