Lesões: NFL 2015 Week 15

João Malha 22 de Dezembro de 2015 NFL Comentários Desligados
Marcus Mariota

Lesões: NFL 2015 Week 15

Se a semana passada foi negra, esta foi a mais tranquila da época. Menos para alguns QB’s. Mas antes dos QB’s, é preciso destacar duas lesões em jogadores-chave, um deles que pode ser fatal nas ambições de uma equipa. Falamos dos Arizona Cardinals e do seu safety Tyrann Mathieu que se lesionou este domingo e não voltará a competir mais esta época, o que pode ser um forte revés para o playoff para um dos grandes candidatos ao Super Bowl do lado da NFC.

Outra importante lesão foi sem dúvida a de LeSean McCoy, não por ser muito grave, pois foi uma lesão menor de um ligamento do joelho, mas porque não se sabe se poderá jogar já no próximo fim-de-semana e porque de todos os lesionados, é o segundo jogador de maior destaque.

Quanto aos QB’s, começamos pelos Houston Texans que viram mais um QB ir para o estaleiro, agora o backup T.J. Yates com um problema ligamentar no joelho. Também Marcus Mariota, dos Tennessee Titans sofreu uma lesão no joelho não acabando o jogo deste domingo. Já Matt Hasselback teve um problema nas costas (não vale fazer piadas sobre a idade do QB dos Indianapolis Colts) mas conseguiu regressar. Já na segunda-feira, Drew Brees sofreu uma lesão num pé que o obrigou a jogar limitado o jogo todo, o que não o impediu de bater mais três recordes! Esta terça fará uma ressonância magnética que revelará se poderá ditar o final da época de um dos melhores QB da NFL.

De resto, algumas lesões, poucas em jogadores de primeira linha. Apenas os New England Patriots parecem em maré de azar, desta vez perderam Danny Amendola, Dont’a Hightower e Patrick Chung. Resta saber se são lesões graves.

A listagem principal das lesões pode ser consultada aqui: http://www.nfl.com/news/story/0ap3000000605095/article/injuries-lesean-mccoy-mathieu-among-hurt

About The Author

João Malha

Profissional da área de comunicação e marketing, e sempre ligado ao desporto, sempre me fascinou o conceito de showbiz dos norte-americanos no que toca à promoção de qualquer espectáculo desportivo. Quando em 2003, a SportTv transmitiu pela primeira vez o Super Bowl, com estrondosa vitória dos Buccaneers de John Gruden sobre os Raiders, a curiosidade cresceu e ano após anos comecei a seguir as transmissões do maior evento desportivo mundial. Mas como em tudo na vida (pelo menos na minha forma de estar), é preciso um motivo mais forte para nos agarrarmos às coisas. Uma paixão que nos alimenta. E foi isso que aconteceu em 2010, aquando da final de Miami, ganha pelos Saints frente aos Colts do lendário Peyton Manning. Nesse dia senti finalmente que aquela era a minha equipa! E o aparecimento da ESPN America ajudou a não mais largar este desporto espectacular, que sigo semanalmente. Na Week 1 da temporada 2012/2013, cumpri o sonho de ir ver um jogo dos Saints ao vivo, ao Mercedes-Benz Superdome. Não vi os Saints vencerem, mas quem sabe se não terei a oportunidade de dizer que assisti ao primeiro jogo na NFL de um dos maiores QB’s da sua história, Robert Griffin III. Ver os Saints ao vivo foi uma experiência única que me faz olhar para o desporto com outros olhos. Quero saber mais e mais sobre o jogo, a sua história, lendas, regras, tácticas, etc. Let’s play ball!!!!

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online