Power Rankings: NFL 2015 Week 10

João Morão 19 de Novembro de 2015 NFL, Power Rankings Comentários Desligados
NFL Power Rankings

Power Rankings: NFL 2015 Week 10

NFL Power Rankings - Week 10

NFL Power Rankings – Week 10

1º New England Patriots

Contra a besta negra de Nova Inglaterra, mais uma vitória dada por Brady num drive final decisivo. Todas as semanas os candidatos caiem um a um. Semana após semana O CANDIDATO teima em manter-se cada vez mais primeiro e demonstrar que é cada vez mais forte.

Uma nota para o Minitron que a fazer jus ao seu nome vai ter que usar por uns tempos um pé de metal.

2º Carolina Panthers

Vejam os jogos de Carolina com atenção e vejam a confiança que toda a equipa emana. Esta semana vi duas ou três vezes o Cam no chão com o proverbial molho de jogadores em cima a rir a bandeiras despregadas. Os tipos acreditam e sabem sofrer e o ex-birrento agora com pé de dança Newton é o espelho disso mesmo.

3º Arizona Cardinals

Afinal Palmer pode ser a o anjo redentor que vai substituir Warner na escatologia Cardinalense. Num altar carregado de santos misturam-se as velhas imagens de Fitzpatrick e Freeney com as novas de Matthieu, Brown entre muitos outros.

À imagem dos vizinhos do segundo lugar um misto explosivo de juventude e experiencia teima em ultrapassar as dificuldades.

4º Minnesota Vikings

Frente à renovada e agressiva Oakland, fiquei impressionado com a capacidade dos Vikings de sofrer um golpe e imediatamente a seguir infligir um contra golpe.

Dá gosto ver equipas que não entram em campo a gerir o jogo nem os resultados mas que mostram e demostram desde o primeiro segundo vontade de ganhar.

Dá gosto ver um play call claro e uma execução sem dúvidas numa equipa que longe do mar trabalha sem espinhas. Esta é a filosofia dos novos Vikings.

5º Cincinnati Bengals

Gatinhos fofinhos foram uma doçura para a defesa de Houston. Quem vê os jogos com atenção percebe que a inconsistência de Dalton está presente desde a week 1. Desta vez e contra uma das equipas mais desequilibradas da liga foi o naufrágio total.

Esta derrota não coloca Cincinatti em risco de chegar aos playoffs, mas pode ser uma brutal machadada na confiança de quem vive há anos afundado nos fantasmas da sua própria sombra.

6º Denver Broncos

A única tareia que os Denver conseguiram dar neste Domingo foi a do TJ Ward ao bloqueador no último TD de Kansas. Sendo reprovável a violência, nunca entendi por que é que a NFL multa tipos que dão socos em capacetes. O peso de ser estúpido e a dor provocada por acertar com a mão num capacete devia ser castigo suficiente.

Nota para a noite “horribilis” de Manning que vai dar uma enorme dor de cabeça ao realizador que fizer o filme da sua carreira. Como se justificam as 4 intercepções, meia dúzia de jardas e ter sido arrumado no banco, numa das piores performances de sempre do velho Manning? Já me cheira a branqueamento filmatografico …

7º Pittsburgh Steelers

Quando um starter Quarter Back no banco tem que substituir o back up Quarter Back que se lesionou e estava a jogar porque o starter estava lesionado. Faz-me lembrar a história de ser tanto o azar que até cresce o anão no circo.

Aqui o azar foi sorte, senão fosse o Roethlisberger não sei se Pittsburgh tinha dado a volta ao jogo de modo tão fácil.

8º Green Bay Packers

Pois é… Foi o tipo que gritou no minuto de silêncio que lixou aquilo tudo. A concentração do homem a pensar no meliante já não foi mais a mesma.

Cada vez que via um Lion (um tipo vestido de branco, grande e suado e não o famoso Snack da Nestlé) à sua frente., o A-Rod só pensava em ir à boca ao tipo na bancada. Quem esteve no Lambeau Field até desconfia que varias bolas que o Rodgers lançou para a bancada eram para acertar no homem, persistente era a raiva incontida.

Tão incomodado estava que contagiou o Cosby estragando um on-side kick miraculosamente recuperado que lhes podia ter dado uma imerecida vitória. Também se esqueceu pela terceira vez de dizer piadolas no fim do jogo.

Como diria a minha empregada: “Realmente… Ele há dias que um tipo não pode gritar nas bancadas…”

9º Buffalo Bills

Num jogo impróprio para daltónicos (não por razões médicas mas pela cor dos equipamentos), Numa semana em que o gémeo “bacon” com cabelo de hippie foi à vida, o Rex Ryan lá conseguiu um mini vingança e estender a sua linha de vida pelo menos até ao fim da temporada.

As equipas de segunda linha têm feito a AFC East imprevisível e gira. Talvez neste momento seja das divisões mais giras de seguir na NFL.

10º Atlanta Falcons

Semana de bye.

11º New York Jets

Injustificável perder com os Bills em casa numa altura que uma vitória quase arrumava as aspirações de playoff da concorrência directa.

São uma equipa pasteleira e estranhamente lenta em alguns momentos do jogo. Quase sem ambição.

Tirando o Wilkerson muito pouco para mostrar.

12º Kansas City Chiefs

Quero deixar a minha revolta contra esta equipa de arruaceiros que maltrata e humilha cidadãos seniores na sua própria casa.

Dizem que o grau de civilização de um povo é medido pela maneira com trata os seus velhos. Se seguirmos o exemplo deixado pela equipa de Kansas concluímos que nos Estados Unidos vivem na barbárie.

Onde é que anda a polícia nestas alturas?

13º New York Giants

Não mereciam perder num jogo em que foram quase sempre superiores. O Manning das intercepções agora está em Denver e mesmo com o Jason-Pierre Paul a jogar com uma mão que parece emprestada pelo Mickey Mouse, tiveram sempre o jogo ao alcance.

Há jogos em que está escrito que são para perder, mas apesar da injusta contrariedade são a 4th seed da NFC.

14º Miami Dolphins

Numa época de arranque retardado continuam a manter o sonho de um milagroso acesso aos paly offs. Gostei do Touch Down do Landry tipo bilhar as três tabelas.

Bom cozinhado do Campbell que fez uma sopa onde Filadélfia caiu que nem uma mosca. Sopa e Campbell… Perceberam!?

15º Tampa Bay Buccaneers

Os Tampa Bay são a prova matemática que você que está a perder tempo em ler estes os disparates desconexos que escrevo devia era estar a fazer outra coisa mais útil.

Veja por favor nos meus anteriores power rankings o mal que eu tratei esta gente e que com classe e luva branca são neste momento das poucas equipas na desinteressante NFC que podem ir aos Play-offs.

Sem jogar muito e sem grandes vedetas fora das marisqueiras têm o mesmo score que que os Seahawks, os Eagles e os Colts. Tudo dito!

16º Philadelphia Eagles

Depois de atingido o paraíso na week 9, volta o inferno de Bradford com mais uma lesão complicada.

Complicada mesmo está a vida dos adeptos dos Eagles que têm que voltar a levar com o Mark Sanchez.

O cenário na cidade do amor fraternal é de miséria numa época que só não está perdida porque a NFC East teima em nivelar por baixo.

17º Indianapolis Colts

Semana de bye.

18º Washington Redskins

Outros que depois de andarem pelas ruas da amargura e mesmo competindo com os Browns e Cowboys a pior gestão da NFL, acabam por nesta altura estar com mais hipóteses de ir aos playoffs que muitas equipas ditas de topo.

Com diria um (merecida e justamente classificado como) underrated Quarter Back: YOU LIKE THAT!!!! YOU LIKE THAT!!!!

19º Oakland Raiders

Ver um jogo entre Oakland e Minnesota é ver jogar o futuro (ou seja os próximo 4 a 5 anos da NFL, pois aqui o longo prazo é muito curto).

Carr é o condutor ideal desta equipa. Sei que a frase é redundante mas também nos conduzem numa estrada de facto incontornáveis.

20º Houston Texans

Depois de tanta miséria estão com 3-5 e a fazer frente aos Colts que estão nos Playoffs com uns míseros 4-5.

Verdade que todos nós gostávamos de ter os Jaguars e os Titans nas nossas divisões, mas é verdade também que todos gostávamos de ter o JJ Watt nas nossas equipas.

Muitas vezes a fazer mal há outros que conseguem fazer pior. Esses outros estão de 20º para baixo com a hipótese quase inexiste de chegar aos palyoffs este ano. “Há uma linha que separa… “ Pois bem nos Power Rankings da week 10 essa linha é aqui na vigésima posição.

21º Seattle Seahawks

Não é que eu goste menos de vocês. Não é que esteja mal-agradecido pelos últimos 3 a 4 anos. Também não é que não acredite que ainda temos mais uns três ou quatro anos pela frente.

O problema é que, numa de adepto a apoiar no momento difícil e à procura do ângulo positivo da coisa, quando juntei todos os resultados para dar uma de “ainda é possível” fiquei claramente com a noção que é impossível chegar aos playoffs este ano.

Assim, ou temos a hecatombe de Atlanta ou vão mas é pastar caracóis sua cambada de impresentáveis! Estou farto do Bevell (Minnesota levem o homem de volta para equilibrar a coisa!), estou farto da inexperiência do Richard, e estou farto do ar de velhinho desportivo do “não passa nada” Carroll. Um equipa que perde cinco jogos e em todos eles teve vantagem no 4th quarter e não consegue nem atacar nem defender para segurar a vitória… Se isto não é coaching, então confesso que percebo mais de Curling que de Futebol Americano.

Se eu mandasse despedia-os todos e contratava-me a mim mesmo a peso de ouro! A primeira medida que tomava era levar a equipa toda de riquinhos para o Havai na pré-epoca para team-building.

Se fossem mas era…

22º St. Louis Rams

Atropelados pelos fraquíssimos Bears, os Rams teimam em demonstrar à evidência a falta de liderança que por ali reina. O Fischer é bom nas bocas mas péssimo em dar ambição e seriedade à equipa.

Entraram de barriga cheia e com o jogo já ganho e saíram humilhados por uma equipa que nada tinha a perder.

23º Chicago Bears

A força de Langforte superou a de Forte (Hoje estou largado na produção de trocadilhos primários).

Estes Chicago são um exemplo claro de um animal encurralado que ataca quando já não tem nada a perder. Por favor se querem visualizar, utilizem um urso neste caso. É mais apropriado.

24º Jacksonville Jaguars

Hollywood ending: A intercepção de Lewis a 14 segundo do fim, a falta estúpida do Dumervil tudo se conjugou para que Myers (o melhor Kicker da NFL a falhar os postes) conseguisse dar um pontapé de cinquenta e tal jardas para uma muito merecida vitória dos Jags.

Acabou uma das mais longas séries que uma equipa tinha a perder fora! Parabéns!!!

Espera lá: Isso quer dizer que Gus Bradley já não é despedido e que não o podemos ter volta em Seattle!? Raios!!! Foi um fim-de-semana em que tudo realmente correu mal.

25º San Francisco 49ers

Semana de bye.

26º New Orleans Saints

A defesa de Nova Orleães é tão má que até faz parecer o ataque de Washington parecer bom. Aqui o nivelamento não é por baixo. É subterrâneo!

Entretanto o Rob Ryan já foi à vida e na off season o Sean Peyton deve finalmente ir procurar outros ares.

Mal com a coisa tem corrido nos últimos dois anos, o despedimento do hippie gorduroso acaba por ser das poucas situações para festejar que os Saints vão ter este ano.

27º Detroit Lions

Incrível o falhanço do Megatron no on-side kick que por pouco não deu uma miraculosa vitória a Green Bay. Já percebi que os on-side kicks para Green Bay têm sempre um sabor amargo quer os consigam recuperar ou não.

De resto os Lions em época perdida e falhada lá tiveram o seu Super Bowl e ânimo em doses industriais para os fazer esquecer a péssima época.

Green bay é o ópio dos Felídeos Reis da Selva.

28º Baltimore Ravens

É preciso ser-se monumentalmente estúpido para com quase zero segundo no relógio se fazer uma face mask ao Quarter Back adversário e dar-lhes de bandeja uma ultima jogada para se perder o jogo.

Sabem o que são os prémios Darwin? Senão sabes vão-se informar e depois digam-me se o Elvis Dumervil não devia ganhar o deste ano?

29º Dallas Cowboys

Numa NFC East que teima em nivelar por baixo os Cowboys destacam-se. Mais um mau jogo, com mais uma má arbitragem (terceira consecutiva num jogo de Dallas), em que lhes foi retirado um Touch Down limpo ao ser assinalado um pass interference inexistente ao Dez Bryant.

Se isto continua assim ainda mudo para os Cowboys: Mal geridos, a jogar mal e a ser roubados. São o Belenenses da NFL. Só falta ter velhinhos no estádio. Espera lá… Eles têm sempre um velhinho por lá… Queres ver!

30º San Diego Chargers

Semana de bye.

31º Tennessee Titans

Os Titans são a prova que um Quarter Back sozinho não faz uma equipa. Falta profundida à equipa em todas as áreas para se manterem competitivos os 60 minutos do jogo.

Começaram bem mas não tem plantel para aguentar equipas superiores com uma intensidade de jogo muito superior.

São tão neutros e nulos que até é difícil fazer piadola fácil.

32º Cleveland Browns

Verdade que o Coach Film que um amigo meu me enviou demonstra imaturidade na acção e de decisão do Manziel. Verdade também que a caça às bruxas ao Quarter Back móvel está no seu apogeu.

Mas verdade, verdadinha é que o Manziel é incomparável melhor e tem incomparavelmente mais futuro que o McCown.

Como dizia no pré-game o Tomlinson: “ O que é que querem mais do homem para o meter como starter?” Pelos últimos relatórios que me chegam de Cleveland parece que finalmente o Pettine ouviu.

Obrigado!

About The Author

João Morão

As causas são múltiplas: Primeiro em 1998 colocado pela minha empresa na Alemanha, passei alguns fins-de-semana a jogar flag futebol numa base militar americana maioritariamente com a boa gente de Seattle. Desta altura vem o gosto. Depois em 2005 em Jackson Hole (Wyoming) assisti em directo à transmissão do Super Bowl XL dos meus Seahawks contra os Steelers. Foi um jogo de má memória e de pior arbitragem que me deixou um amargo permitido apenas pela perda de algo de que gostamos muito. Desta altura vem a militância. Finalmente: A desilusão e desgaste causado pelas assimetrias, manobras, golpadas e falta de fair-play do soccer, viraram-me definitivamente para um desporto mais justo, mais sério, mais competitivo, mais brutal (é certo), mas de maior entrega e de incomparavelmente maior emoção: O Futebol Americano. Nas horas “vagas” sou pai de 4 filhos (Um deles é dos Giants vai-se lá saber porquê!?).

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online