Draft Day

João Malha 17 de Julho de 2014 Comentários Desligados
Draft Day
Overall Score
3.5

Realização

Argumento

Interpretações

Realismo

Foco no FA

Draft Day

Draft Day é o mais recente filme sobre a NFL cuja estreia em Portugal ocorreu no dia 3 de Julho (mais cedo no Brasil, a 22 de maio). Toda a ação do filme tem a duração de um dia, o tão esperado dia do Draft. O Radio City Music Hall é o palco inevitável do evento que faz parar os EUA. Milhares reúnem-se em bares um pouco por todo o país para não perderem pitada das escolhas das 32 equipas da NFL. O filme demonstra bem a dimensão do evento, os preparativos, as estrelas de TV – jornalistas e comentadores (que realmente entram no filme fazendo aquilo que ano após ano fazem na antena dos principais canais norte-americanos), até a sala dos jogadores e a tensão que ali é vivida nas horas que antecedem e dura o Draft.

Cartaz Draft Day

Cartaz Draft Day

Os Cleveland Browns são a equipa sobre os holofotes nesta trama. Sonny Weaver Jr. (interpretado por Kevin Costner) é o General Manager (GM) dos Browns, pressionado pelos adeptos a recolocar a equipa no trilho do sucesso, apesar da grande contestação de que é alvo depois de ter despedido o próprio pai (entretanto falecido) do cargo de Head Coach da equipa.

O novo técnico exige um Running Back para repetir o sucesso que lhe valeu o anel de campeão em Dallas, com os Cowboys. O proprietário da equipa quer um Quarterback que promete fazer sensação (ao nivel de um Manziel). Mas Sonny tem as suas próprias ideias e a pressão virá de todos os lados. Até de equipas rivais com muitas ofertas para trocas de posição no draft.

O filme transporta-nos para aquela que será a realidade dos GM’s das equipas da NFL quando o dia do Draft chega. Muitas vontades para tentar satisfazer e uma panóplia de possibilidades que tornam a decisão muito difícil. Talvez a maioria dos adeptos não tenham essa ideia, achando que escolher um jogador é tão fácil como ir à praça escolher a fruta para levar para casa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com um bom ritmo, que prende ao ecrã os espectadores, Draft Day não entra no leque de filmes míticos sobre Futebol Americano, mas não deixa de ser um filme interessante para conhecer um pouco mais em pormenor a dimensão do Draft. Kevin Costner chama a si o filme com uma excelente interpretação, secundado pela bela Jennifer Garner. Nota ainda para as presenças no filme de alguns jogadores da NFL tais como Demario Davis, James Brewer, Ramses Barden, Zoltan Mesko e Stephen Hill, bem como famosos comentadores da NFL Network e da ESPN, como Rich Eisen, Mike Mayock, Deion Sanders, Chris Berman, Mel Kiper e Jon Gruden.

Uma curiosidade final para no filme os Seattle Seahawks aparecerem como a equipa que tem a primeiro round pick. Os argumentistas do filme conseguiram acertar em cheio ao colocarem a equipa campeã em título como a pior da época de 2013 (obviamente o filme foi rodado antes da época começar… mas é bom que não joguem Fantasy Football. É que as probabilidades de sucesso devem ser quase nulas!).

About The Author

João Malha

Profissional da área de comunicação e marketing, e sempre ligado ao desporto, sempre me fascinou o conceito de showbiz dos norte-americanos no que toca à promoção de qualquer espectáculo desportivo. Quando em 2003, a SportTv transmitiu pela primeira vez o Super Bowl, com estrondosa vitória dos Buccaneers de John Gruden sobre os Raiders, a curiosidade cresceu e ano após anos comecei a seguir as transmissões do maior evento desportivo mundial. Mas como em tudo na vida (pelo menos na minha forma de estar), é preciso um motivo mais forte para nos agarrarmos às coisas. Uma paixão que nos alimenta. E foi isso que aconteceu em 2010, aquando da final de Miami, ganha pelos Saints frente aos Colts do lendário Peyton Manning. Nesse dia senti finalmente que aquela era a minha equipa! E o aparecimento da ESPN America ajudou a não mais largar este desporto espectacular, que sigo semanalmente. Na Week 1 da temporada 2012/2013, cumpri o sonho de ir ver um jogo dos Saints ao vivo, ao Mercedes-Benz Superdome. Não vi os Saints vencerem, mas quem sabe se não terei a oportunidade de dizer que assisti ao primeiro jogo na NFL de um dos maiores QB’s da sua história, Robert Griffin III. Ver os Saints ao vivo foi uma experiência única que me faz olhar para o desporto com outros olhos. Quero saber mais e mais sobre o jogo, a sua história, lendas, regras, tácticas, etc. Let’s play ball!!!!