Total Access

Paulo Pereira 27 de Dezembro de 2013 Comentários Desligados
Total Access
Overall Score
4

Informação Histórica

Qualidade Escrita

Interesse

Aprendizagem

Preço

Total Access

Numa daquelas habituais idas às livrarias online (maioritariamente à Bookdepository ou à Abe Books), à procura de novidades ou pechinchas sobre o universo do futebol americano, um livro conseguiu a minha atenção. Primeiro, pelo preço: 0,63 USD. Isso mesmo. Nem um mísero dólar, numa das habituais compras em 2ª mão. Depois, o tema. Uma jornada, pela mão de um dos repórteres mais mediáticos, a um ano de NFL. Passando por todos os estágios. A regular season. Os playoffs. O Super Bowl. O Combine. Etc, etc, etc. Interessou-me. Os insiders sobre temas da NFL são o meu prato predilecto, na literatura que consumo. Mas, afinal, sobre o que trata o livro?

Boa pergunta. Antes de responder a ela, convém dizer quem é Rick Eisen. É um felizardo, acrescento eu. Um repórter da NFL Network, provavelmente pago de forma principesca, âncora num show popular de TV, na altura da escrita deste livro. Eisen ganhou popularidade no Sports Center, na ESPN, tendo depois sido o eleito para ser o rosto de uma nova forma de fazer televisão. O NFL Total Acess. Vive rodeado de personagens fascinantes, na pele dos co-apresentadores, habitualmente figuras que povoaram o imaginário do fã da competição. Esse painel, com vários famosos ex-jogadores, confere um cunho particular ao programa, repleto de momentos de humor, histórias nunca contadas e experiências únicas.

Total Access

Capa do Total Access

E agora, o livro. Sobre o que é? É sobre viver e experienciar NFL, 24 horas por dia, 7 dias por semana, durante todos os dias do ano. Está lá tudo. A paixão. As histórias. Os caracteres. O anfitrião do programa tem uma chave-mestra. Entra em qualquer evento com o logo da NFL. Pro Bowl? Done. Super Bowl? Bitch, please. Scouting Combine? Yep, been there. Hall of Fame Weekend? Done that. E nós, quais convidados de honra, vamos com ele. À entrevista com Brett Favre. Ou com antigos presidentes dos Estados Unidos. Entramos num mundo restrito, inacessível ao comum dos mortais. Passeamos pelos bastidores do programa de TV. Sentimos o nervosismo e ansiedade, antes do Super Bowl. Ao adquirir o livro, “ganhamos” um passe de livre-acesso à season de NFL de 2006.

O livro vale, essencialmente, pelo mergulho num universo único, pela sensação de liberdade em “ver” Deions Sanders em acção, com um microfone na mão. É, acima de tudo, a transposição do programa para um livro. Com todas as vantagens. E inconvenientes. Se, por um lado, nos dá uma visão exaustiva de um cosmos a que apenas afloramos, com acesso ilimitado a jogadores, treinadores, jogos e eventos, por outro está demasiado centrado na figura de quem o escreve. E isso pode afastar quem, por exemplo, não gosta de Rick Eisen, ou do seu estilo de humor directo. O livro lê-se bem, quase de um impulso. Não apresenta uma visão abrangente, nem pretende ter qualquer tipo de pretensões literárias. É simples e limita-se a usar essa simplicidade para se aproximar do fã casual da NFL. Uma abordagem soft, como um bom contador de histórias, levando o leitor numa epopeia pelas várias fases da temporada, decorando-as com pormenores pitorescos e histórias deliciosas. Como aquela, de Marshall Faulk, aparecendo tardiamente na sua estreia no Pro Bowl, depois de ter batido com o Lamborghini que tinha alugado e ter apanhado boleia, nas traseiras de uma pickup, até ao estádio. Reside aqui o principal mérito do livro. Rick Eisen tem carisma. Convive com os principais intervenientes que fazem da NFL uma competição única. E é um depósito sem fundo de histórias. Que ele adora contar. Ligeiro e despretensioso, o livro é uma boa companhia, desde que reduzido à sua substância. Foi, mais do que tudo, um veículo promocional da NFL Network, em fase de afirmação em 2006, e do seu pivot principal.

“I've always admired Rich Eisen’s work, so it's no surprise to me that his book is very entertaining.  What is a surprise is that he's somehow found time to write it in between the NFL Network’s 6,347 hours of coverage of weak-side linebackers who could be draft-sleepers.  That sort of programming and this book about it are both genuine public services.” —Bob Costas

“A lot of things in our lives are far less than as advertised, but this book advertises Total Access and gives you Total Access. That’s right. Total Access! I’m not kidding. I liked this book and I’m not a reader.” —Tony Kornheiser, columnist for The Washington Post and co-host for ESPN’s Pardon the Interruption

“Rich uses his great sense of humor to detail the life of an on-air NFL personality. It is a world I know well, but still I couldn't stop turning the pages. It is a great read—a must for anyone who loves television and Pro Football.” —Joe Buck, Fox Sports

Total Access
Hardcover, 336 pages
Autor: Rich Eisen
Published October 30th 2007 by Thomas Dunne Books (first published 2007

About The Author

Paulo Pereira

O meu epitáfio, um dia mais tarde, poderá dizer: “aqui jaz Paulo Pereira, junkie em futebol americano”. A realidade é mesmo essa. Sou viciado. Renascido em 2008, quando por mero acaso apanhei o Super Bowl dos Steelers/Cardinals, fiz um reset em [quase] todos os meus dogmas. Aquele desporto estranho, jogado de capacete, entranhou-se no meu ADN, assumindo-se como parte integrante da minha personalidade. Adepto dos Vikings por gostar, simplesmente, de jogadores que desafiam os limites. Brett Favre entra nessa categoria: A de MITO.

Comments are closed.

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online