Preseason: Week 1 – Day 1

João Malha 8 de Agosto de 2014 Análise Jogos NFL, NFL Comments
Washington-Redskins-New-England-Patriots

Preseason: Week 1 – Day 1

E finalmente o futebol americano regressou. É certo que ainda estamos na preseason, mas voltar a ver a bola no ar é uma satisfação como poucas! Seis meses após o massacre do primeiro Super Bowl em clima invernal, Seahawks e Broncos voltaram a defrontar-se, mas não foi só esse o ponto de interesse dos jogos de ontem. Aqui ficam alguns temas que merecem destaque:

Indianapolis Colts @ New York Jets

Os New York Jets iniciaram a pré-temporada com uma vitória (o que por si só já é quase notícia) por 13-10, em casa, frente aos Colts. A grande questão que se coloca nos Jets é se Michael Vick poderá assumir-se como titular no lugar de Geno Smith (o rookie de 2013 pretende demonstrar que a escolha no draft do ano passado não foi um equívoco de Rex Ryan). Smith esteve regular parecendo certo que iniciará a época a titular, mas Vick demonstrou que vai dar tudo para lhe roubar o lugar, como atesta uma grande jogada de corrida de 15 jardas num terceiro down com nove jardas para conquistar. Nota ainda para a saída por lesão de Chris Ivory. O Running Back (RB) dos Jets parece de cristal e apesar de Ryan já ter dito que não foi nada de grave e que poderá jogar rapidamente, começa a fazer sentido a tão questionada libertação do jogador por parte dos Saints.

Seattle Seahawks @ Denver Broncos

No reeditar do último Super Bowl, os Broncos receberam e fizeram uma pequena vingança (os adeptos dos Seahawks devem estar raladíssimos) ao bater os campeões por 21-16. Foi um jogo muito quezilento, com 25 penalidades num total de 226 jardas contra as duas equipas.  O destaque acabou por ir para o RB dos Broncos Juwan Thompson, rookie não proveniente do draft, que aproveitou a apendicite de Montee Ball e a contusão de CJ Anderson para se mostrar como alteranativa, somando 59 jardas em 6 tentativas. Manning e Wilson jogaram e já deram um ar da sua graça, mas nota maior foi para a estreia de DeMarcus Ware pelos Broncos, que logo a abrir impediu os de Seattle de somarem jardas na primeira jogada e ainda fez um sack a Wilson duas jogadas depois

Dallas Cowboys @ San Diego Chargers

Os Chargers parecem que continuam no mesmo ritmo de 2013, liderados por um seguro Philip Rivers que teve em Danny Woodhead e Ladarius Green os seus alvo favoritos, numa vitória fácil de 27-7 sobre os Cowboys. Brandon Weeden foi o Quarterback (QB) dos Cowboys na ausência de Romo (ainda a recuperar de grave lesão) e nem esteve muito mal, mas foi insuficiente (como se teme que esta equipa o seja ao longo da época, apesar de ter colocado à venda packs de bilhetes que incluem todos os jogos até ao Super Bowl… seguramente um wishful thinking muito grande de Jerry Jones, owner do clube).

San Francisco 49ers @ Baltimore Ravens

Os campeões de há dois anos, os Baltimore Ravens, venceram também de forma convincente os San Francisco 49ers por 23-3. O novo técnico ofensivo dos Ravens, Gary Kubiak (ex-Head Coach dos Texans) parece ter efeito positivo na equipa, tal o nível apresentado já por Ray Rice (que em 2013 esteve muito abaixo do seu nível) e Joe Flacco. Do lado dos 49ers, pouco a destacar, para além do jogo positivo do RB Carlos Hyde, dado que Frank Gore ficou no banco.

New England Patriots @ Washington Redskins

Os Redskins bateram os Patriots por 23-6, numa partida onde Brady não entrou e RGIII apenas jogou na primeira posse de bola dos homens da capital, o que não permitiu ver se o QB está de volta ao nível da sua época de rookie ou se se mantém a sombra depois da lesão no joelho.  O rookie RB Lache Seastrunk foi o maior destaque dos Redskins enquanto do lado dos Patriots Ryan Mallett não aproveitou a ausência de Brady e seria o rookie Jimmy Garappolo a mostrar que poderá ser o sucessor do veterano QB. 157 jardas e 9 passes conseguidos em 13 tentativas, com vários passes muito longos a quase garantirem TD’s aos homens de Belichick.

Cincinnati Bengals @ Kansas City Chiefs

Para finalizar o jogo com mais pontos da noite, os Kansas City Chiefs venceram por 41-39 os Cincinnati Bengals, com Andy Dalton a parecer motivado com o novo contrato lançando uma bomba de 53 jardas para AJ Green. Travis Kece, Tight End dos Chiefs,  foi o homem da equipa com uma recepção e corrida de 69 jardas, que até fizeram parecer tratar-se de um jogador leve e não de 118kgs.

About The Author

João Malha

Profissional da área de comunicação e marketing, e sempre ligado ao desporto, sempre me fascinou o conceito de showbiz dos norte-americanos no que toca à promoção de qualquer espectáculo desportivo. Quando em 2003, a SportTv transmitiu pela primeira vez o Super Bowl, com estrondosa vitória dos Buccaneers de John Gruden sobre os Raiders, a curiosidade cresceu e ano após anos comecei a seguir as transmissões do maior evento desportivo mundial. Mas como em tudo na vida (pelo menos na minha forma de estar), é preciso um motivo mais forte para nos agarrarmos às coisas. Uma paixão que nos alimenta. E foi isso que aconteceu em 2010, aquando da final de Miami, ganha pelos Saints frente aos Colts do lendário Peyton Manning. Nesse dia senti finalmente que aquela era a minha equipa! E o aparecimento da ESPN America ajudou a não mais largar este desporto espectacular, que sigo semanalmente. Na Week 1 da temporada 2012/2013, cumpri o sonho de ir ver um jogo dos Saints ao vivo, ao Mercedes-Benz Superdome. Não vi os Saints vencerem, mas quem sabe se não terei a oportunidade de dizer que assisti ao primeiro jogo na NFL de um dos maiores QB’s da sua história, Robert Griffin III. Ver os Saints ao vivo foi uma experiência única que me faz olhar para o desporto com outros olhos. Quero saber mais e mais sobre o jogo, a sua história, lendas, regras, tácticas, etc. Let’s play ball!!!!