Ravens @ Patriots: A Desforra Mais Aguardada

Filipe Nunes 3 de Fevereiro de 2013 Análise Jogos NFL Comments

Baltimore Ravens at New England Patriots

1 2 3 4 F
Baltimore Ravens 0 7 7 14 28
New England Patriots 3 10 0 0 13

A Desforra Mais Aguardada

Gillette Stadium foi palco de um emocionante AFC championship, tendo sido os New England Patriots e os Baltimore Ravens mais uma vez cabeça de cartaz. Favoritos? Em lugar de favoritos partiam os Patriots antes do pontapé de saída, liderados por Tom Brady não iriam deixar escapar a sua segunda presença consecutiva no Super Bowl. Porém do outro lado, existe uma força que liderada por Ray Lewis fulminou o tão temido ataque da equipa de Foxborough, e colocou assim os Ravens na primeira fila para assistirem ao lado dos San Francisco 49ers, ao concerto da Beyoncé no Super Bowl do dia 3 de Fevereiro.

Ray Lewis vs Tom Brady

Ray Lewis vs Tom Brady
Fonte da Imagem: Elsa/Getty Images

A defesa de Baltimore deixou completamente irreconhecível o ataque liderado por Brady, pois na segunda metade do jogo não tiveram capacidade de pontuar de forma alguma. Mesmo sem Rob Gronkowski, os Patriots tinham mais argumentos de ataque como Aaron Hernandez, Wes Welker, Stevan Ridley, entre outros, que dentro da red zone de nada lhes valeram.

1º Período

O jogo começou muito ameno, com ambas as equipas a apalpar terreno, mas as defensivas a aplicarem-se bastante. Tudo o que levamos neste 1º período foi um field goal convertido para os New England Patriots.

2º Período

O segundo período arranca com a continuação de um drive iniciado por parte dos Baltimore Ravens no fim do 1º quarto. Foram precisos pouco mais do que 5 minutos para Ray Rice entrar pela end zone dentro e pontuar pela margem máxima pela primeira vez no encontro.

A resposta da equipa da casa não tardou, e através de Welker os Patriots recuperaram a liderança. A última vez que alguma equipa pontuou neste período foram os Patriots através de um FG. Este último drive para os Patriots foi caracterizado ou por jogadas de grande qualidade, como é o exemplo do fake punt protagonizado por Danny Woodhead, ou por jogadas miseráveis como o deslize polémico de Brady a Ed Reed, e também a incapacidade de trabalharem com o relógio, que poderia valer um TD mas acabou com um simples FG nos últimos segundos desta primeira metade.

3º Período

No 3º período o jogo deixou de ser Patriots, e começou a ser Joe Flacco. Particularmente porque o seu jogo de passe foi completamente dizimador e superior frente à secondary dos New England. Algo que antecipou o TD pass para o TE Dennis Pitta, e único desse período.

Grande tensão se viveu no Gillette Stadium

Grande tensão se viveu no Gillette Stadium
Fonte da Imagem: Matt Slocum, Associated Press

4º Período

O último período do jogo começa da melhor forma para a equipa de Baltimore, um pass TD de Flacco para o seu WR Anquan Boldin.

Muitos consideram (inclusive nós) a jogada no drive seguinte onde Bernard Pollard coloca S.Ridley “ko”, consecutivo de um fumble, como o ponto que decreta a vitória dos Ravens sobre os Patriots. Principalmente tendo em consideração o facto de que o drive que sucede a esse fumble, é alcançado um TD para os Ravens.

Ridley assustou toda a gente quando caiu inconsciente

Ridley assustou toda a gente quando caiu inconsciente
Fonte da Imagem: David Butler II, USA TODAY Sports

As Nossas Escolhas

MVP: O título de MVP do AFC championship tem de ser atribuído a Joe Flacco, pois na segunda metade do jogo, liderou a sua equipa em direção à vitória e à Super Bowl. Feito que não era igualado desde o ano 2000, ano que Baltimore ergueu pela primeira vez o Lombardi Trophy. Mas deixamos no ar, uma interrogação, depois desta caminhada pelos playoffs, será Flacco um novo quarterback de elite? (Elite=Brees, Brady e Rodgers)

Flacco soma e segue

Flacco soma e segue
Fonte da Imagem: Al Bello/Getty Images

Positivo: Anquan Boldin pois, 2 das 5 vezes que tocou na bola, foi para colocar os Ravens na frente do Marcador.

Ray Lewis que é sem dúvida a pedra angular desta equipa, para além dos seus 6 tackles (líder da equipa), é ele o espírito e vontade desta equipa dentro de campo.

Rob Ninkovich que protagonizou 2 sacks (únicos em todo o jogo) e 4 tackles, lentamente se tem revelado como o jogador mais importante da defesa dos Pats

Negativo: Muito pior do que pobres prestações, é a revelação da falta de desportivismo dentro e  fora do campo:
1º Tom Brady ao deslizar com a bola, eleva uma perna que acerta em cheio em Ed Reed. Multa $10.000.

Polémico slide de Tom Brady

Polémico slide de Tom Brady
Fonte da Imagem: UPI/Matthew Healey

2º Esposa de Wes Welker vem a praça pública fazer escandalosas acusações sobre o facto de Ray Lewis não ser um modelo a seguir. Fez insinuações sobre o facto de ele ter 6 filhos de 4 mulheres e também tocou num outro assunto muito sensível, ter sido absolvido de acusações de homicídio.

About The Author

Filipe Nunes

Foi em 2009 que vi o meu primeiro jogo de Futebol Americano. O jogo opunha Eagles aos Giants. Muito rapidamente fiquei fã do Tackle, do Quarterback, do Touchdown e do Running Back. Cresceu também a minha grande admiração pela cultura Norte Americana, onde o desporto é visto como parte integrante da sua tradição, e um grandioso espetáculo. Nunca tive com quem partilhar esta minha paixão, até que encontrei esta Grande Comunidade, que complementa o meu vício pelo Jogo. Sou fã dos Patriots e dos Cowboys. Para além da NFL sigo sempre ao Sábado o College Football, sendo fã das equipas Michigan Wolverines, Oregon Ducks e Notre Dame.