Fantasy Football: Truques e Dicas

Filipe Nunes 22 de Agosto de 2013 Fantasy Comments
Fantasy Football - Dicas e Truques

Fantasy Football: Truques e Dicas

Olá caro Fantasy Player! Com este artigo, quero dar-te a conhecer algumas táticas que te podem ajudar a ir mais além nas tuas ligas de Fantasy Football.

Handcuff

Arian Foster e Ben Tate

Arian Foster e Ben Tate são exemplo um bom exemplo da utilização prática da tética de handcuffs
Original: AP Photo/John Raoux

Handcuff é talvez uma das táticas mais utilizadas no fantasy. Consiste em “draftar” o backup de um dos teus jogadores titulares. Assim, caso o teu titular se lesione, poderás avançar com a tua Handcuff, pois ele será o titular no próximo jogo da sua equipa. Aconselho que utilizes esta tática para os teus RB titulares, visto que assim, em caso de lesão, tens no teu banco um starter e privas qualquer outro jogador da tua liga de ter um. Exemplos:

Bye Week

A Bye Week é um termo que todos os veteranos do Fantasy estão familiarizados. Na NFL todas as equipas têm direito a uma Bye Week, ou seja, a uma semana de descanso (razão pela qual são 17 semanas da época regular, mas cada equipa só joga 16 jogos). O que acontece no fantasy é que todos os jogadores de uma equipa que nessa semana entrará em Bye Week, estarão indisponíveis nessa mesma semana para os seus Owners, não podendo assim serem usados como starters. Se não tiveres em atenção esta situação no teu draft, podes correr o risco de draftar vários jogadores, que terão a mesma Bye Week em comum.

Eu pessoalmente não dou muita importância à Bye Week, pois eu sigo a filosofia “Lose one Week, Win the others”, filosofia que não recomendo, para todos aqueles que têm pouca experiência no Fantasy. Esta tática dá mais frutos principalmente a partir da week 13 e playoffs, onde já não há Byes. Apenas dou importância à Bye Week, no que toca à escolha de um QB suplente. Caso tenha um QB de elite, como Aaron Rodgers, o meu QB suplente só entrará em ação quando Rodgers estiver na sua Bye [ignoremos lesões para este exemplo]. Portanto é para mim inútil um QB com a mesma Bye Week que o meu titular.

Tigh Ends

Sempre que termino um draft, existe sempre alguém a queixar-se por causa do seu Tigh End!

Pessoalmente, acho que os TE são altamente sobrevalorizados, não pelo seu valor, mas sim porque os Owners se preocupam imenso com esta posição, e cometem erros como draftar estes jogadores demasiado cedo. No ano de 2012 Rob Gronkowski e Jimmy Graham, foram Draftados entre as rondas 2/3, e o que aconteceu? Gronk lesionou-se e Graham, que é um TE de elite da NFL (tal como Gronk), com um QB de elite, totalizou 152 pontos. Blair Walsh (Kicker), Rookie em 2012 totalizou 161 pontos, e nem vamos falar em Defesas, visto que 6 delas pontuaram mais que Graham. Analisando estes dados também não és da minha opinião? Porquê ir escolher um TE muito cedo, quando podes encher o teu roster com jogadores que te enchem de pontos, como Wide Receiver, Running Back, Quarterback, ou até mesmo defesas. O que eu faço, e este é a minha dica, comecem só a procurar TE depois de estarem confortáveis em QB, RB e WR. Por volta da 6ª, 7ª ou até mesmo 8ª rondas. Se existir grande procura nesta posição, não entres em pânico que esta é uma posição com muita profundidade de escolha.

Jogadores Favoritos

Muito cuidado ao jogares os teus jogadores favoritos. Posso falar com conhecimento de causa, que muitos Owners (eu próprio), caem no erro de selecionar jogares que gostam, em vez de um jogador que é claramente superior. Muitas vezes somos cegos no que toca aos nossos jogadores prediletos. O contrário também é verdade. Não tenhas problemas em escolher um jogador de uma equipa que “desprezas”. O meu truque é, não sejas fã de ninguém no dia de Draft, de forma a gostares da tua equipa!

About The Author

Filipe Nunes

Foi em 2009 que vi o meu primeiro jogo de Futebol Americano. O jogo opunha Eagles aos Giants. Muito rapidamente fiquei fã do Tackle, do Quarterback, do Touchdown e do Running Back. Cresceu também a minha grande admiração pela cultura Norte Americana, onde o desporto é visto como parte integrante da sua tradição, e um grandioso espetáculo. Nunca tive com quem partilhar esta minha paixão, até que encontrei esta Grande Comunidade, que complementa o meu vício pelo Jogo. Sou fã dos Patriots e dos Cowboys. Para além da NFL sigo sempre ao Sábado o College Football, sendo fã das equipas Michigan Wolverines, Oregon Ducks e Notre Dame.