Fantasy Wildcards: Momentos Dramáticos no Acesso às Meias

Filipe Paiva Cardoso 18 de Dezembro de 2013 Fantasy Comments
Futebol Americano Fantasy Championship

Fantasy Wildcards: Momentos Dramáticos no Acesso às Meias

Tal e qual como numa boa semana de NFL, os diversos wildcards das conferências organizadas pelo Futebol Americano resultaram em drama e na queda de várias equipas teoricamente favoritas à partida: nos 16 jogos dos nossos playoffs, a sete equipas de nada serviu chegarem aos wildcards com pontuações médias mais elevadas que os adversários.

Mas mais do que as confirmações ou não dos supostos favoritos, temos de realçar sobretudo o nível dramático a que chegaram alguns destes wildcards, com quatro jogos a decidirem-se por menos de 2,5 pontos – incluindo um wildcard decidido por 0,52(!) pontos.

Os jogos mais dramáticos dos playoffs

Os jogos mais dramáticos dos playoffs

Deion Sanders: Imprópria Para Cardíacos

Foi na conferência Deion Sanders que o drama dos playoffs chegou ao rubro. Foi com um passe de 11 yds de Andy Dalton para A.J. Green aos 9:42 do 4th Quarter que os 8niners conseguiram chegar aos 107,84 pontos, mais 0,52 pontos que os Ericeira Suns, que terminaram o jogo com 107,32 pontos. Uma diferença total inferior a 0,5% suficiente para levar os 8niners até às meias-finais e deixar os Suns pelo caminho.

No outro wildcard desta conferência o fim-de-semana também foi de emoções fortes, já que a vitória decidiu-se por 2,22 pontos, com os Gladiators a baterem Santa Cruz por 114,06 a 111,84, o terceiro jogo mais renhido de todas as conferências.

Nas Meias por Menos de 20 Jardas

DeSean Jackson bem tentou carregar a equipa às costas, mas os 25,5 pontos do seu WR só foram suficientes para os Seixal Ducks caírem à beira da praia: Os 86,54 pontos acumulados pela equipa ficaram aquém dos 88,46 dos Gunslingers, no fundo uma diferença de 19 yds. Na meia-final segue-se o embate com a FantasyTuga, vencedor da regular season desta conferência.

No outro wildcard da conferência Brett Favre, a diferença entre as equipas já foi mais pronunciada, com Roma Devils a confirmar o favoritismo e a derrotar os ATC Vikings por 81,94 contra 66,12.

É preciso viajar até à conferência Reggie White para encontrar o quarto jogo decidido por menos de 2,5 pontos nos 16 wildcards. A A_Team conseguiu manter o nível evidenciado durante a regular season, ao repetir no wildcard a média com que fechou a regular season, 101,2 pontos. Porém, tal marca foi insuficiente perante uns Lima Wolves que conseguiram uma prestação acima da média, passando dos 99,8 pontos médios com que chegou aos playoffs para os 103,32 pontos no wildcard. Neste caso, DeSean Jackson foi decisivo.

No outro jogo desta conferência, o roster dos Arroteia Bulls (50 pts) foi destruído pelos flaviofonseca49ers (122,42 pts)

Equipas Apuradas

  • Roma Devils e Portugal Gunslingers (Favre)
  • OchoCinco  e OhDamn (B. Sanders)
  • 8niners e Gladiators (D. Sanders)
  • Caceteiros e Seattle Blue (Sharpe)
  • Lima Wolves e flaviofonseca49ers (White)
  • manv8 e Alentejo Braves (Unitas)
  • Ma-Ngata e NY Empire (Carter)
  • Braga Bears e Porto Invictus (Lott)

Parabéns a todos!

About The Author

Filipe Paiva Cardoso

O meu interesse pela NFL foi crescendo gradualmente ao longo dos últimos 15 anos. Não sei identificar o momento específico em que percebi que iria começar a seguir o desporto como um verdadeiro fã. Primeiro foram os Super Bowl que esporadicamente eram transmitidas em Portugal, depois começaram a ser transmitidos alguns jogos da regular season, entretanto surgiu a ESPN e daí dei o salto para o Game Pass e agora não vivo sem o Football. Nasci no maravilhoso ano de 1978 e nunca tive a sorte de acompanhar um jogo da NFL ao vivo, sendo aliás esse um dos meus objectivos para os próximos 2/3 anos - numa ida a Londres ou aos States mesmo, no cenário ideal. Confesso-me adepto dos Indianapolis Colts, pela simples razão de terem sido a equipa que me "draftou" da primeira vez que joguei Madden, e fã do Peyton Manning, ainda que tenha mudado de cores. Por fim, acho que daria um bom WR ou um daqueles RB que vão variando corridas com passes recebidos. Ou então não.