Power Rankings 2014: Week 8

João Morão 28 de Outubro de 2014 NFL, Power Rankings Comments
Power Rankings NFL

Power Rankings 2014: Week 8

Continuamos com os Power Rankings 2014 na week 8.

Duas semanas depois estou de volta. Praticamente a meio da regular season é tempo de balanço e de fazer algumas projecções. Quem vai chegar aos playoffs e quem não vai? Quem está mais forte?

Com base nestas estimativas defini os últimos Power Rankings e de certeza que mais uma vez cometi erros e injustiças.

Corrijam estas falhas Por Favor!

Power Rankings - Week 8

Power Rankings – Week 8

Comentários

1 Denver Broncos (6-1)

Ranking Move: +2

Estas duas semanas serviram para consolidar os Broncos como a superpotência da NFL. Em definitivo serão a 1st seed da AFC.

Depois da humilhante derrota no superbowl do ano passado um Peyton Manning em fim de carreira a buscar o título final e coroar-se rei.

Uma Cinderela Story que a NFL tanto gosta e que faz filmes lindos.

2 Arizona Cardinals (6-1)

Ranking Move: +3

São a equipa mais consiste da NFC West. A dinâmica de vitória que têm conseguido até à week 8 pode ser determinante para alcançarem as 2nd seed na NFC.

Além de maior regularidade face aos opositores de divisão nota-se uma base de fás mais aguerrida e a acreditar na equipa.

Este ano têm tudo para tentarem mais um shoot a uma presença num Super bowl.

3 New England Patriots (6-2)

Ranking Move: +6

Vão ser a 2nd seed da AFC. Talvez a única equipa que verdadeiramente pode fazer frente aos Broncos na caminhada para o Superbowl.

Honestamente acho que não têm hipótese. Denver é mais forte e a história do ano passado vai-se repetir.

Em New England os chorosos fãs das primeiras semanas estão a dar lugar a inflamados propagandistas que já vêm o Lombardi na vitrina.

Calma, amigos nem tanto ao mar nem tanto à terra. Este ano vai ser muito difícil senão mesmo impossível.

4 Philadelphia Eagles (5-2)

Ranking Move: -2

Derrotas fora contra Arizona e São Francisco e por margens pequenas não são desprestigio para ninguém.

Para mim continuam a ser a equipa mais forte da NFC East. O Drak Horse de 2014 com lugar nos play offs. Os dois jogos com Dallas no fim da época serão determinantes para estas contas.

5 Detroit Lions (6-2)

Ranking Move: +6

O Grito do Ipiranga e da propalada liberdade face à ditadura do Calvin Jonhson ecoa por toda a liga. São uma equipa com uma excelente defesa e com muito mais soluções ofensivas do que a lesionada mega estrela.

Podem ser um caso sério ainda este ano.

Eu defendo que este ano vão aos palay offs e confesso senão forem os Seahawks a ganhar gostava que fossem os Lions.

6 Dallas Cowboys (6-2)

Ranking Move: -2

De volta à realidade. Os jogos de divisão são lixados e os Redskins provaram-nos mais uma vez. Não há que ser fatalistas e não é por um jogo que de repente os Cowboys deixam de ser uma boa equipa. Mas o calendário para a frente é um inferno. Tirando o jogo com os Jaguars tudo o resto é difícil.

As nuvens avolumam-se no horizonte e vamos ver se estão preparados para tempestade.

7 Green Bay Packers (5-3)

Ranking Move: -1

Mesmo com esta derrota devem ser a 1st Seed da NFC. Um calendário fácil até final do ano apenas com mais difícil jogo em casa frente aos Eagles.

A verdadeira decisão será com os Lions que insistem em fazer uma época histórica mesmo sem ajuda do Megatron.

O nível de relaxamento do A-Rod e a maior consistência de Green Bay serão determinantes para atingirem os objectivos.

O General inverno vai também ajudar na conquista da NFC.

8 San Diego Chargers (5-3)

Ranking Move: -7

Com os jogos mais difeiceis vieram as derrotas. Jogar contra Kansas e Denver é diferente de jogar contra Oakland e Jets, não é?

Pior é que as derrotas são dentro da divisão e contra Kansas perderam em casa. Os play Offs começam a parecer uma coisa difícil para estes lados.

9 Indianapolis Colts (5-3)

Ranking Move: -1

Muito irregulares. Uma enorme vitória contra os Bengals redunda num humilhante derrota frente aos Steelers. Mesmo assim vão limpara a AFC South e ser a 3rd Seed da AFC atrás dos Patriots e Broncos.

É errado dizer que Luck anda com a equipa às costas. Como se justifica uma óptima defesa impedir os bengals de marcar um ponto e no fim-de-semana a seguir levar uma mega cabazada dos Steelers?

Muito estranho…

10 San Francisco 49ers (4-3)

Ranking Move: -3

Serão a segunda equipa da NFC West atrás dos Cardinals. Mesmo com a volta de Smith e Bowman um calendário difícil vai cortar as possibilidades à equipa de subirem as primeiras seeds da NFC.

Deverão disputar com os Lions e Dallas a presença nos Playoffs, que este ano não creio que a consigam.

11 Baltimore Ravens (5-3)

Ranking Move: -1

A AFC North está muito competitiva. Cada vez que uma equipa parece que vai tomar a dianteira, vem um rival de divisão e passa-lhe à frente.

Neste momento pela maneira como as equipas jogam não sei dizer quem vai ganhar a divisão e ir aos play offs. O que acho é que independentemente de quem for o representante da divisão na post season deste ano não chega longe nos play offs.

12 Pittsburgh Steelers (5-3)

Ranking Move: +7

A força do seu ataque com Roethlisberger, Brown e Bell está a impulsiona-los para disputar até à última semana a competitiva AFC North.

Falta-lhe defesa para fazerem mossa nos play offs. Isto é se lá chegarem…

13 Seattle Seahawks (4-3)

Ranking Move: +1

Os seus dois maiores inimigos serão um calendário muito difícil que não perdoa erros e os fantasmas internos criados pelo sucesso que surgem em torrente e destroem o espírito da equipa.

Na NFL a violência da vitória a qualquer preço rouba espaço de construção a médio prazo e os Seahawks (assim como muitos campeões antes deles) são vítimas dessa difícil gestão.

Este ano não vão aos paly offs, para mim é certo. Mas têm o futuro do lado deles numa jovem e talentosa equipa comandada por Wilson.

14 Kansas City Chiefs (4-3)

Ranking Move: +7

Com pezinhos de lã estão praticamente com o mesmo score que os espalhafatosos Chargers. Quanto ao mim têm mais equipa e mais hipóteses de conseguir um lugar nos play offs que os rivais de divisão.

Sofrem por terem um calendário muito difícil e por partilharem a divisão com os poderosos Broncos. Na segunda metade da regular season recebem os Broncos e San Diego em casa. Para terem o mínimo de ambição têm que vencer estes jogos.

15 Buffalo Bills (5-3)

Ranking Move: +2

São “vítimas” de um calendário fácil que os puxa para cima quando não merecem estas andanças. Um facto é que com um dos melhores front seven defensivo tem agora em Orton um Quarter Back experiente e equilibrado que ganha jogos.

O problema é que sem EJ Manuel voltam à estaca zero à procura de um franchise Quarter Back.

16 Cleveland Browns (4-3)

Ranking Move: -1

Escrevi acima que não sei quem vai ganhar a divisão entre os Steelers, Bengals e Ravens. Mais sei quem vai ficar em último: São os Browns.

O simpático score de 4-3 com que chegam à 8 semana é um analgésico que tira a dor mas não cura a equipa. Mais vale meter o Manziel a jogar e fazer asneiras este ano do que manter as meias tintas com o Hoyer que já não os leva a lado nenhum.

Boa notícia é que ainda este ano vamos ver jogar o Jeff Gordon.

17 Cincinnati Bengals (4-2-1)

Ranking Move: -5

Um calendário fácil pela frente e duas vitórias face a Baltimore em casa e fora que podem ser determinantes. Devem decidir o acesso ao topo da AFC North com o Steelers na última jornada.

Se forem aos play-offs mais uma vez não passam da primeira ronda eternizando uma record negativo que começa a cravar-se-lhes na pele.

18 Houston Texans (4-4)

Ranking Move: -2

Estão sem ataque para fazer frente aos Colts. Melhor não têm quarter back com categoria para bater o Luck. Depois a secundaria também é faquinha e permeável.

No meio da desgraça sobressai o monstro JJ Watt de longe o melhor jogador defensivo da NFL.

Estão neste momento numa das divisão mais fracas da NFL.

19 Miami Dolphins (4-3)

Ranking Move: +4

Sem barulho e sem mega talentos tem tido uma eqpoca regular e com alguns interessantes pontos altos. Verdade que não vão aos play offs mas estão longe de ser uma equipa desfeita e sem rumo como as que ocupam o quarto final destes rankings.

Uma segunda metade mais exigente da regular season vai ditar a verdadeira qualidade da equipa.

20 New Orleans Saints (3-4)

Ranking Move: +2

Finalmente apareceu a equipa que eu calculava que fossem os Saints esta epoca. Grande jogo frente a Green Bay sempre atrás do prejuízo até ao domínio final. Sem ponta de trauma sobre uma derrota injusta na semana anterior frente aos Lions.

Não é assim tão difíceis chegarem aos Play offs pois a NFC está uma anedota com quase tudo a jogar mal.

Numa altura em que os zombies estão na moda, retornam ao mundo dos vivos e faziam cá falta!

21 Carolina Panthers (3-4-1)

Ranking Move: -8

Escondem algumas deficiências contra equipas mais fracas ou em jogo de alguma sorte. Mas tirando a excelente defesa que têm é uma equipa ofensivamente fraca.

Benjamin será uma estrela num jogo que cada vez mais protege o passe. O Cam Newton tarda em afirmar-se determinantemente na equipa, mas sem um corpo valido de wide outs e com o back field lesionado fica bem mais difícil.

Prevejo para Carolina uma queda mais lenta mas inexorável.

22 New York Giants (3-4)

Ranking Move: -4

Derrota com Dallas e uma semana de Bye. Em resumo nada de novo e ao sabor da maré. Mais um ano sem play offs.

23 Chicago Bears (3-5)

Ranking Move: -3

Um desastre de gestão de equipa com péssimos resultados em campo. Assim com em Seattle e San Francisco aparecem permanentemente notícias de lutas e disputas. No seio da equipa.

Uma luta fratricida desnecessária de drena talento e possibilidades à equipa. Esta desunião tem valido pesadas derrotas que a continuarem terão pesadas consequências para toda a equipa e coaching staff.

Aposto que para o ano, na free agency, há saldos dos bons em Chicago.

24 Washington Redskins (3-5)

Ranking Move: +5

Duas semanas e duas vitórias relançam o espírito da equipa da capital. Se ganhar aos Titans é um dever básico a vitória em casa dos arqui-inimigos Cowboys tem um sabor muito especial.

Destaque para McCoy o terceiro quarter back do roster mas especialmente para a defesa que teve um trabalho fenomenal esta semana.

Mesmo na euforia das últimas vitórias, colocando os pés na terra, acho que os problemas estruturais da equipa se mantêm e os fãs de Washington ainda têm que amargar durante muito mais tempo.

25 Minnesota Vikings (3-5)

Ranking Move: =

Ganham o campeonato dos últimos. Vitórias contra Tampa, Atalanta e St Louis e derrotas contra os mais fortes New England, Nova Orleans, Green Bay, Detroit e Buffalo.

Vão disputar o último lugar da divisão com uns Bears em franca regressão.

Vantagem apenas o futuro que pode passar por Bridgewater que já está a jogar e a adaptar-se à exigente NFL. A reconstrução segue como planeada.

26 St. Louis Rams (2-5)

Ranking Move: +1

São uma equipa sem profundidade, com um ataque sofrível e uma defesa remendada. Não estão preparados para um jogo inteiro.

Uma vitória dada de bandeja no jogo divisional contra os Hawks é uma excepção à norma.

A favor, a juventude e futuro.

27 Atlanta Falcons (2-6)

Ranking Move: -3

Olha para o que digo e não olhes para o que faço. O famoso Rise Up tanto pedido aos adeptos e como símbolo da resiliência Georgiana torna-se em palavras ocas quando em campo está uma equipa amorfa e fraca.

Somam cinco derrotas consecutivas que redudam numa época perdida. É o fim da linha para Mike Smith.

28 Tennessee Titans (2-6)

Ranking Move: -2

Desde a Week 6 somaram duas derrotas com equipas de meio e fim da tabela. Muito fracos e sem chama. Mais um ano para esquecer.

Andam entretidos a mandar os suplentes cortar o cabelo e aparar o bigode (caso do Mettenberger) em vez de andarem preocupados em jogar à bola.

Abram mais é uma barbearia SFF.

29 New York Jets (1-7)

Ranking Move: -1

Finalmente o gordo foi obrigado a tirar o inenarrável Geno Smith depois de 3 intercepções nos primeiro 5 minutos do jogo contra Buffalo.

O gordo não devia ser despedido. Devia ser obrigado a indemnizar os Jets por danos contínuos e intencionais.

Agora com Vick e Harvin arriscam-se a ganhar uns jogos num calendário facil.

30 Tampa Bay Buccaneers (1-6)

Ranking Move: =

Vendam o Vicent Jackson e iniciem a via-sacra de reconversão da equipa. Aprendam com os erros dos Jaguars e Raiders e fiquem em último para terem a primeira pick do draft.

31 Jacksonville Jaguars (1-7)

Ranking Move: +1

Uma vitória contra os fraquinhos Browns deve ser o único ponto alto da equipa este ano.

Muito pouco.

32 Okland Raiders (0-7)

Ranking Move: -1

Mau demais para ser verdade. Acredito que os nossos Navigators podiam fazer melhor figura na NFL.

 

About The Author

João Morão

As causas são múltiplas: Primeiro em 1998 colocado pela minha empresa na Alemanha, passei alguns fins-de-semana a jogar flag futebol numa base militar americana maioritariamente com a boa gente de Seattle. Desta altura vem o gosto. Depois em 2005 em Jackson Hole (Wyoming) assisti em directo à transmissão do Super Bowl XL dos meus Seahawks contra os Steelers. Foi um jogo de má memória e de pior arbitragem que me deixou um amargo permitido apenas pela perda de algo de que gostamos muito. Desta altura vem a militância. Finalmente: A desilusão e desgaste causado pelas assimetrias, manobras, golpadas e falta de fair-play do soccer, viraram-me definitivamente para um desporto mais justo, mais sério, mais competitivo, mais brutal (é certo), mas de maior entrega e de incomparavelmente maior emoção: O Futebol Americano. Nas horas “vagas” sou pai de 4 filhos (Um deles é dos Giants vai-se lá saber porquê!?).