A Festa Está de Volta!

Pedro Nuno Silva 16 de Junho de 2015 Red Zone Comments
Minicamp

A Festa Está de Volta!

Entre hoje e a próxima 5ª feira, dia 18, 25 das 32 equipas da NFL  realizam os seus “mandatory minicamps”, uma espécie de pré-aquecimento antes do início dos “training camps” no mês de Julho. É a vez dos New England Patriots, Seattle Seahawks, Dallas Cowboys, Green Bay Packers , New York Giants, Pittsburgh Steelers, Philadelphia Eagles, entre outros, darem início aos trabalhos da próxima temporada, ainda que de forma limitada e, em alguns casos, sem algumas das suas estrelas maiores, como são o caso de Dez Bryant, nos Cowboys, Justin Houston, “linebacker” dos Kansas City Chiefs e Jason Pierre-Paul, “defensive end” dos Giants, todos alvo de “franchise tags” por parte das suas equipas e, por esse motivo, num braço de ferro com as mesmas por causa dos seus contratos.
Outra curiosidade será presenciar o regresso de Tom Brady à acção depois de toda a polémica em que se viu envolvido por causa do “deflategate”.

As regras dos “minicamps” são muito precisas! As equipas podem levar a cabo duas sessões de treino, nos três dias de treino, sem contactos, quer dizer, não são permitidos “tackles”, “blocks” ou coberturas nos exercícios praticados. A violação da regra de proibição de contactos nos “minicamps” de 2012, valeu ao Seattle Seahawks uma penalização que os impede de levarem exercício de campo em dois dos três dias do “minicamp” deste ano.

About The Author

Pedro Nuno Silva

Português. Duriense de nascimento. Tripeiro de coração. Minhoto por adopção. Numa palavra: nortenho. Ou seja, tinha tudo para ser um ignorante sobre futebol americano. Mas a 2 de Fevereiro de 2009 tudo mudou graças a cerca de 2 minutos de um jogo que era até aí um mistério insondável! Os culpados? Todos os jogadores dos Steelers e dos Cardinals. Mas, em particular, Ben Roethlisberger e Santonio Holmes e aquele touchdown a 30 segundos do final do jogo num equilíbrio improvável e que desafiou as leis da física e se pode colocar ao lado de um qualquer volteio do mais virtuoso bailarino do Bolshoi. A paixão pelo jogo cresceu de tal forma que hoje olho à minha volta e acho estranha tanta algazarra por causa das vitórias do F.C.Porto, da nossa seleccção ou das birras do CR7. Definitivamente tornei-me num alien em pleno coração do Alto Minho!