Bruce Arians

Pedro Nuno Silva 12 de Agosto de 2014 NFL, Treinadores Comentários Desligados
Bruce Arians

Bruce Arians

Equipa

Arizona Cardinals

 

 

Arizona Cardinals

Nascimento

3/10/1952

Naturalidade

Paterson, New Jersey, USA

Universidade

Virginia Tech

Carreira de Jogador

1972-1974 QB nos Virginia Tech Hokies

Carreira de Treinador

1975–1977 Virginia Tech (Assistente Graduado)
1978–1980 Mississippi State (Treinador de RB e WR)
1981–1982 Alabama (Treinador de RB)
1983–1988 Temple (Treinador Principal)
1989–1992 Kansas City Chiefs (Treinador de RB)
1993–1995 Mississippi State (Coordenador Ofensivo)
1996 New Orleans Saints (Treinador de TE)
1997 Alabama (Coordenador Ofensivo)
1998–2000 Indianapolis Colts (Treinador de QB)
2001–2003 Cleveland Browns (Coordenador Ofensivo)
2004–2006 Pittsburgh Steelers (Treinador de WR)
2007–2011 Pittsburgh Steelers (Coordenador Ofensivo)
2012 Indianapolis Colts (Coordenador Ofensivo e Treinador Interino)
Desde 2013 Arizona Cardinals (Treinador Principal)

Palmarés

2012 AP NFL Coach of the Year

Registo

Época Regular- 10–6 (.625)
Postseason- 0–0 (.000)
Total- 10–6 (.625)

About The Author

Pedro Nuno Silva

Português. Duriense de nascimento. Tripeiro de coração. Minhoto por adopção. Numa palavra: nortenho. Ou seja, tinha tudo para ser um ignorante sobre futebol americano. Mas a 2 de Fevereiro de 2009 tudo mudou graças a cerca de 2 minutos de um jogo que era até aí um mistério insondável! Os culpados? Todos os jogadores dos Steelers e dos Cardinals. Mas, em particular, Ben Roethlisberger e Santonio Holmes e aquele touchdown a 30 segundos do final do jogo num equilíbrio improvável e que desafiou as leis da física e se pode colocar ao lado de um qualquer volteio do mais virtuoso bailarino do Bolshoi. A paixão pelo jogo cresceu de tal forma que hoje olho à minha volta e acho estranha tanta algazarra por causa das vitórias do F.C.Porto, da nossa seleccção ou das birras do CR7. Definitivamente tornei-me num alien em pleno coração do Alto Minho!