A História da Liga Portuguesa de Futebol Americano

André Novais de Paula 4 de Outubro de 2012 História LPFA Comentários Desligados
LPFA

1ª Edição Liga Portuguesa Futebol Americano

O dia 7 de Novembro 2009 ficará para sempre na história do Futebol Americano em Portugal pois foi o dia que marcou o arranque da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA). Na 1ª edição da LPFA íamos observar uma disputa entre 5 equipas, 4 delas portuguesas (Altis Clube Paredes Lumberjacks, Lisboa Navigators, Porto Renegades e Lisboa Crusaders) e uma delas espanhola que entrava na liga com o estatuto de equipa convidada (Galiza Black Towers).

Foi um ano de experiências, os Navigators e Renegades eram as equipas com mais nome no panorama nacional pois tinham competido nos dois anos anteriores na 2ª divisão espanhola de Futebol Americano e tinham ganho experiência e conhecimentos, dos quais as outras equipas se encontravam carentes.

Foi um ano de testes e onde se aprendeu imenso sobre o desporto e nomeadamente sobre o que não repetir nas futuras edições da liga. O primeiro jogo opôs os Lumberjacks e Crusaders, com a equipa a sorrir à equipa dos Lumberjacks por 18-6. A grande final acabou por ser disputada entre Lisboa Navigators e Altis Paredes Lumberjacks, com a vitória a sorrir para a equipa de Lisboa por 45-26, sendo que ao intervalo o resultado se encontrava empatado e foi um grande jogo que se assistiu no Campo de Rugby do Tecnico, nas Olaias. A grande figura do encontro acabou por ser André Monteiro (Navigators), eleito MVP da final, com uma exibição coroada com um touchdown e três interceptions.

2ª Edição Liga Portuguesa Futebol Americano

Na 2ª edição da Liga Portuguesa de Futebol Ameriano (LPFA), assistimos à inclusão de uma nova equipa portuguesa, os Maximinos Warriors. Todas as outras equipas acabaram por regressar, com um ano de experiência competitivo e com vontade de mostrarem aquilo que aprenderam no ano transacto. A liga teve o seu arranque no dia 9 de Janeiro de 2011, com os estreantes Maximinos Warriors a perderem contra os convidados Galiza Black Towers, 20-45.

No decorrer da liga assistimos a grandes jogos e o modelo dos playoffs, pela primeira vez, foi que as quatro primeiras equipas da fase regular, jogariam entre si um jogo de acesso à grande final, nesse sentido os Navigators que terminaram em primeiro lugar, disputaram um jogo contra os Galiza Black Towers , que terminaram em quarto. O outro jogo opôs o segundo e terceiro classificados, respectivamente os Lumberjacks contra os Crusaders.

Na grande final tivemos uma reedição da edição anterior, onde os Navigators e Lumberjacks jogaram entre si no Campo da Agronomia, na Ajuda, sendo que a vitória acabou por cair novamente no lado da equipa dos Navigators com um resultado final de 38-27. A grande figura do encontro foi António Neves (Lumberjacks) que marcou 3 touchdowns neste encontro e foi coroado como o MVP da final.

3ª Edição Liga Portuguesa Futebol Americano

APDFA

Logótipo da APDFA

O Futebol Americano crescia a olhos vistos em Portugal, o número de interessados e o número de atletas inscritos na Associação Promotora do Desporto do Futebol Americano (APDFA) eram agora mais do que o dobro do que o número de inscritos no arranque da 1ª edição da LPFA. E, no arranque da 3ª edição da LPFA tínhamos um nova equipa a juntar-se ao rol de já equipas existentes, eram os Candal Kings.

A liga ia contar com a presença de 7 equipas, 6 delas sendo portuguesas e os já habituais Galiza Black Towers como convidados. O arranque deu-se no dia 14 de Janeiro com um jogo entre os Candal Kings e Lisboa Navigators. O modelo competitivo manteve-se idêntico à edição anterior onde os quatro primeiros classificados da fase regular iriam disputar entre si um jogo de acesso à grande final, que seria disputada no Estádio 1º de Maio, em Braga.
A fase regular ditou que os Navigators jogassem contra os Lumberjacks e que os Warriors jogassem contra os Crusaders. Foram dois grandes jogos, que terminaram 64-0 e 40-26, respectivamente. A grande final acabou por opor os Navigators, já habituados a estas andanças, e os Warriors que disputavam a sua primeira final após terem tido um ano de estreia na edição anterior. A final teve uma cobertura espetacular por parte dos meios sociais, foi um espetáculo como nenhum outro tinha sido até aquele dia e terminou com o resultado final de 25-7 a favor dos Navigators, que se sagravam tri campeões nacionais. O MVP do encontro foi José Pedro (Navigators) que marcou um touchdown e ofereceu outro através de um passe.

Passaram-se cerca de três anos deste o arranque da Liga Portuguesa de Futebol Americano e temos visto uma evolução gradual mas constante deste desporto, em Portugal. Todos os anos temos uma nova equipa a entrar na nova edição da LPFA, todos os anos existem mais pessoas interessadas em acompanhar a liga, todos os anos a competição está mais feroz e produz jogos mais interessantes e imprevisíveis. Não sabemos o que nos reserva o futuro desta competição, mas sabemos que será grandioso.

Texto: André Amorim

Links

Fonte do Artigo: http://www.faportugal.com/

About The Author

André Novais de Paula

Sempre gostei de desporto e sempre senti uma grande curiosidade em relação a desportos Americanos, mas infelizmente o contacto com essa realidade era escasso e intermitente. Cheguei mesmo a jogar InLine Hockey (semelhante ao Ice Hockey, mas com patins em linha) durante vários anos nos Sharks de Oeiras, mas mesmo seguir a NHL era complicado. Tudo mudou quando a televisão por cabo começou a transmitir canais com estes desportos. O Futebol Americano foi Amor à primeira vista. Para que eu ficasse completamente viciado bastou ver o primeiro jogo. Depois disso já não havia volta atrás. O passo seguinte foi começar a descobrir cada vez mais sobre este incrível desporto. Rapidamente constatei que não havia muita informação em Português e juntamente com o Paulo Silva Curto abri uma página no Facebook para juntar outros fãs de Futebol Americano. Não sonhávamos na altura que este pequeno projecto iria crescer desta forma e que um dia iríamos ter um Blog dedicado somente a este desporto que nos tem dado tantas alegrias e horas bem passadas. Aproveito para confessar que sou fã dos Green Bay Packers. Go Packers!

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online