MVPs Fase Regular: NFL 2015

Hugo Teles 9 de Janeiro de 2016 NFL Comentários Desligados
Cam Newton

MVPs Fase Regular: NFL 2015

Com o final da temporada regular apresentamos as nossas escolhas para os MVP nas seguintes posições:

MVP Quarterback

Cam Newton, Carolina Panthers

Sem duvidas o MVP da liga. Cam Newton fez uma época completamente brilhante, depois de na pré-temporada os Panthers perderem o seu Receiver mais valioso, Kelvin Benjamim por lesão gravíssima, que o deixou fora de toda a temporada. Era unânime em toda a imprensa que a época dos Panthers estava destinado ao fracasso. Ai entrou Super Cam na distribuição do jogo ofensivo aliado a uma das melhores defesas da Liga. Os Panthers iam ganhando a tudo e a todos.

Cam Newton acabou a temporada com números fantásticos 3837 jardas em passe para 35 Touchdowns e umas incríveis 636 jardas ganhas por ele em corrida, anotando à sua custa 10 Touchdowns. Os Panthers acabam a fase regular com o registo de apenas uma derrota e são um dos mais fortes contenders ao Super Bowl.

MVP Running Back

Adrian Peterson, Minnesota Vikings

Depois de uma época fora dos terrenos de jogo por problemas extra-field, Adrian Peterson regressou ao conjunto de Minnesota e foi instrumental para os Vikings destronarem os Green Bay Packers da NFC North que parecia destinada aos cabeças de queijo. Uma equipa de Minnesota construída à base dos últimos drafts com jovens jogadores a emergir na Liga, uma defesa com bastante qualidade e um QB no seu segundo ano. Teddy Bridgewater que evolui bastante da primeira para esta segunda época, muito mais seguro e muito mais preciso. A equipa de Minnesota parece ter as bases para no futuro ser uma das principais equipas da Liga, mas sem dúvida a Super Estrela da franquia é o ALL-DAY Adrian Peterson com 1485 jardas em corrida anotando 11 touchdowns a somar a 222 jardas em recepçã. Era a peça que estava faltando para os Vikings se tornarem muito mais fortes a nível ofensivo.

MVP Wide Receiver

Antonio Brown, Pittsburgh Steelers

A fase regular dos Steelers acaba em beleza com a chegada da equipa aos Playoffs, mas porventura foi a equipa que teve o caminho mais tortuoso para alcançar este objectivo. Com um número infindável de lesões em peças chaves da franquia que pareciam destinar a equipa ao fracasso.

Antonio Brown foi a cara do franchise, sempre que foi preciso lá estava ele, batendo esta temporada todos os recordes de Reiceiver na enorme historia dos Steelers. Brown acaba a fase regular com 1834 jardas ganhas em recepção e anotando 10 Touchdowns.

MVP Rookie

Marcus Peters, Kansas City Chiefs

Num ano onde o Draft nos deu grande nomes que vão marcar as próximas temporadas da Liga como Jameis Winston, Marcus Mariota e Amari Cooper, mas o jogador que mais fascinou foi Marcus Peters, o Corner vindo do Washington teve duelos fantásticos com os melhores Recievers da Liga e nunca se escondeu. Os Chiefs quando escolheram Peters na primeira ronda do Draft sabiam que o jogador teve uma séria de transgressões no college, que acabou mesmo com os Huskies a expulsarem-no da universidade. Peters é o Top corner da classe, sendo um talento puro, o seu atleticismo, aliado à altura, agilidade e agressividade, foi uma das peças emergentes na defesa dos Chiefs, acabou a fase regular 8 intercepções, duas delas com retorno para Pick 6, forçou um fumble, 60 takles e 26 passes defendidos. Números fantásticos para o Rookie.

MVP Defesa

Denver Broncos

Os Denver Broncos tiveram uma temporada atípica. Têm nos habituado, face à batuta de Peyton Manning, com num jogo ofensivo muito forte e um jogo defensivo a lhes dar enormes dissabores. Esta temporada se caracterizou pelo inverso. Os Broncos baqueavam no ataque, Manning não ligava o jogo em passe, o jogo em corrida era praticamente inexistente, a lesão de Manning e a troca pelo backup Brock Osweiller não augurava nada de bom nas hostes dos Broncos, mas a defesa esta temporada foi sempre fantástica um pass-rush com Ware e Vom Miller em acção, uma secundária sempre efectiva, Aqib Talib anotando 3 intercepções, duas com retorno para Pick 6. A defesa acabou com 52 Sacks, 14 intercepções, 13 Fumbles recuperados, 1 Safety e anotaram 5 Touchdowns,sendo os grandes responsáveis pelos Broncos ficarem com a 1st seed da AFC e serem um enorme candidato ao Super Bowl.

About The Author

Hugo Teles

Portuense, 33 anos, sempre gostei bastante dos desportos dos States, nos anos 90 com a NBA e agora mais recente acompanho NHL, MLB e continuo a acompanhar a NBA, mas o desporto mais entusiasmante sem duvida é o futebol Americano, não só NFL mas também o College e algo que nos proporciona espectáculos, fim-de-semana a fim-de-semana fantásticos: É um desporto que nos prega colados a Tv, Computador, Tablet ou qualquer equipamento que no qual estejamos a ver. Desligamos de tudo o resto, naquelas horas tudo o resto é superficial. É fascinante desde o primeiro minuto até ao último e de uma intensidade brutal sempre ou quase sempre dentro dos limites. Sou fã dos Packers, pela tradição que esta equipa tem, por não ser uma equipa das "Grandes Superfícies" e viver praticamente para a sua população em geral, não com o conceito lucrativo que este desporto envolve. E já agora é uma honra poder trabalhar e colaborar convosco sobre este desporto fantástico e Hollyoodesco.