Power Rankings: NFL 2017 Week 1

João Morão 16 de Setembro de 2017 NFL, Power Rankings Comentários Desligados
NFL Power Rankings

Power Rankings: NFL 2017 Week 1

Power Rankings: NFL 2017 Week 1

Power Rankings: NFL 2017 Week 1

Nesta temporada de 2017 Green Bay Packers e New England Patriots começam nos lugares da frente dos Power Rankings como os dois contenders máximos à vitória no Superbowl. Uma vitória e uma derrota não definem duas da melhores equipas e a week 1 é apenas o prelúdio de uma caminhada que os vai (certamente) manter no topo ao longo do ano.

A seguir os Dallas Cowboys, Kansas City Chiefs, Minnesota Vikings, Pittsburgh Steelers e Atlanta Falcons. Grandes equipas com grandes rosters e muito boas exibições nas week 1. Também claros contenders a ter em conta esta temporada.

Os  Seattle Seahawks há semelhança do inicio de época em anos anteriores continuam a sofrer mais do mesmo: o medroso play call de Caroll sobrepõem-se à conta a pagar pelo fail mary que tem inclinado nos anos ulteriores o campo a favor dos Packers. Ainda assim aposto que depois da week 4 já estão no top 3.

O grupo que ameaça os de cima e de onde pode perfeitamente sair um dark horse para ganhar o Lombardi en 2017 engloba Oakland Raiders, Carolina Panthers, Denver Broncos, Philadelphia Eagles, e especialmente Baltimore Ravens (Que grande exibição a deixarem os Bengals, rivais de divisão, completamente secos).

No grupo das incógnitas que prometem incluo Detroit Lions, Jacksonville Jaguars, Buffalo Bills, Los Angels Rams, Tampa Bay Buccaneers, New York Giants, Nova Orleans Saints, e Miami Dolphins. São equipas que têm um comportamento volátil como Wall Street em tempo de incerteza. Permanentes flutuações que não nos deixa adivinhar o que pode acontecer. No jogo de apostas são as equipas favoritas dos apostadores inveterados.

À parte deixo Arizona Cardinals. Apenas um percalço numa equipa para acabar no top 8 com lugar nos playoffs.

Gritantes debilidades em equipas maduras empurram a sua classificação para baixo. Washington Redskins, Cincinnati Bengals, Indianapolis Colts e Houston Texans. Incompreensíveis e preocupantes as prestações.

Em sentido contrario e apesar de começarem na parte baixa da tabela, Chicago Bears, Tennessee Titans, Cleveland Browns e os Los Angeles Chargers com prestações muito boas apesar das derrotas, anunciam semanas futuras bem melhores.

No grupo dos últimos: Os fracos que continuam fracos. New York Jets e San Francisco 49ers. A falta de evolução é assustadora. A week 1 anunciou o começo de uma via sacra que apenas termina nas luzes do draft? Para já, tudo aponta que sim.

About The Author

João Morão

As causas são múltiplas: Primeiro em 1998 colocado pela minha empresa na Alemanha, passei alguns fins-de-semana a jogar flag futebol numa base militar americana maioritariamente com a boa gente de Seattle. Desta altura vem o gosto. Depois em 2005 em Jackson Hole (Wyoming) assisti em directo à transmissão do Super Bowl XL dos meus Seahawks contra os Steelers. Foi um jogo de má memória e de pior arbitragem que me deixou um amargo permitido apenas pela perda de algo de que gostamos muito. Desta altura vem a militância. Finalmente: A desilusão e desgaste causado pelas assimetrias, manobras, golpadas e falta de fair-play do soccer, viraram-me definitivamente para um desporto mais justo, mais sério, mais competitivo, mais brutal (é certo), mas de maior entrega e de incomparavelmente maior emoção: O Futebol Americano. Nas horas “vagas” sou pai de 4 filhos (Um deles é dos Giants vai-se lá saber porquê!?).

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online