Tight End

Fabio Marques 2 de Outubro de 2015 Playbook, Posições Comments
Tight End Rob Gronkowski

Tight End

Forte, Rápido e Versátil.

O Tight End (TE) é uma posição para jogadores de ataque, com biótipo de um jogador de linha ofensiva, porém com outras atribuições. Dependendo da estratégia do coordenador ofensivo, do head coach e até mesmo das características do atleta, o TE pode realizar bloqueios para viabilizar corridas de running backs e quarterbacks, pode ficar no pass protection, dando mais tempo para o QB encontrar um alvo para lançar a bola, assim como também pode sair, fazer rotas e receber bolas.

Geralmente, o TE alinha juntamente dos jogadores de linha ofensiva e, quando um está alinhado, a defesa adversária já sabe que provavelmente ele será acionado: seja para realizar bloqueios, proteger o QB ou sair para receber um passe. O TE pode se movimentar antes da jogada, pois não é considerado um OL, mas sim um slot-receiver.

Em casos onde a secundária do time adversário é muito técnica e experiente, os TE são muito acionados para receberem passes no slot, passes curtos que podemos considerar “bolas de segurança” do QB para ganho de algumas jardas.

Alguns Tight Ends Notáveis Atualmente

Rob Gronkowski (NE), Greg Olsen (CAR), Martellus Bennett (CHI), Jimmy Graham (SEA), Jordan Cameron (CLE), Jason Witten (DAL).

Alguns Tight Ends Notáveis em Toda História

Tony Gonzales (ATL), Shannon Sharpe (DEN), Bem Coates (OAK), Mike Ditka (CHI), John Mackey (BAL)*.

*Baltimore Colts.

E aí, caro leitor, o que achou? Faltou alguém em alguma lista?

About The Author

Fabio Marques

Curitibano, atleta de Jiu Jitsu, Giants de coração, graduado em Comunicação Institucional pela UTFPR, #44 linebacker do UFPR Brown Spiders e, acima de qualquer clubismo, um apaixonado pelo futebol americano. Tenho 25 anos e me aproximei do futebol americano em 2004 (comemorando 2 Super Bowls e sofrendo nos outros anos). Sou comunicativo, com boa escrita e agora posso somar minha paixão pelo futebol americano com a minha habilidade para escrever textos emocionantes. Sempre gostei de esportes individuais, mas o futebol americano me trouxe para a coletividade, para o bem estar em conjunto e gostei disso (acreditem!). Serei correspondente dos estaduais e das principais competições de futebol americano aqui no Brasil. GO GIANTS! GO BIG BLUE!