A Festa do Super Bowl

Ricardo Vales 25 de Fevereiro de 2014 NFL Comments

A Festa do Super Bowl

A estrutura da NFL tem um enorme legado em Inglaterra. Não é por acaso que possui uma gigantesca presença em Inglaterra e por Londres se realizam alguns jogos da NFL, mais precisamente no estádio de Wembley entre Setembro e Outubro.

A NFLUK pretence à própria NFL baseada nos Estados Unidos da América e garante que todos os fãs deste desporto têm um suporte local muito forte.

Super Bash 2014

Para todos aqueles que não podem presenciar ao vivo o Super Bowl, a NFLUK orgazina desde há uns anos a esta parte, a maior festa de Super Bowl no O2 Indigo, em Londres. A Super Bash é “a Festa” obrigatória para todos os fãs que adoram, veneram Futebol Americano.

Como não podia deixar de ser, o Futebol Americano esteve presente com o “enviado especial” Ricardo Vales. (Na verdade, foi o feliz contemplado com dois bilhetes num sorteio, mas fica muito mais giro dizer que foi convidado!!!) Uma enorme sala de espectáculos com um piso ao nível do palco, muitas TV com consolas Xbox com o jogo Madden 14, o patrocínio de várias marcas de bebidas, cachorros-quentes, hamburgueres e nachos como snacks, cheerleaders para animação do público, uma banda a actuar ao vivo e, claro, alguns convidados dignos de respeito: Matt Stafford, quarterback dos Detroit Lions e alguns jogadores dos Jacksonville Jaguars.

Nesta noite, muita animação num evento único, com um ecrã de cinema a passar o jogo em alta-definição e uma autêntica festa em homenagem ao Futebol Americano. Podem ver algumas imagens alusivas ao evento neste post.

Uma Equipa Inglesa?

Roger Goodell, comissário para a NFL anunciou em conferência de imprensa que gostaria de ter equipas da NFL em Los Angeles e em Londres. Roger, afirmou que pretende ver a NFL crescer um pouco por todo o globo. Estas serão as suas prioridades no que respeita aos “franchises”. Todavia, Roger Goodell não esclareceu qual delas será a primeira a ser criada.

Esta, contudo, não é uma decisão a ser tomada de ânimo leve. Implica muita logística; já encontro, inclusive, alguma resistência em algumas das equipas/jogadores. O safety dos Pittsburgh Steelers, Ryan Clark, afrmou no Twitter que se retiraria antes de o desporto ver nascer uma equipa do outro lado do Atlântico (referindo-se, claramente, a Londres). Claro que a estratégia de ver nascer uma equipa em Inglaterra envolveria custos enormes em termos de logística: jogar oito jogos fora e oito jogos em casa tendo de atravessar o Atlântico e por motivos, também, de jet lag e proporcionar o mesmo tipo de espectáculo semana a semana é um inconveniente gigantesco e algo que pode, eventualmente, bloquear por completo esta estratégia.

Não obstante, e por outro lado, uma equipa de Los Angeles parece mais perto da realidade para todos. Roger Goodell pretende uma equipa nesta cidade Americana mas, uma equipa fora do território Americano puxaria muito mais fãs para o desporto, impulsionando não só a economia – merchandising, direitos televisivos e todos os negócios paralelos ao desporto – como serviria como expansão e colocação de bases para o crescimento do Futebol Americano para além fronteiras. Ainda que não se tenham balizado quaisquer planos, estes comentários dão esperança a todos os fãs do desporto em toda a Europa, Portugal incluído.

E vocês, nossos fãs, o que têm a dizer sobre este tema? Preferiam uma equipa em Los Angeles, ou uma equipa em Londres?

About The Author

Ricardo Vales

36 anos. Apaixonado pelas bicicletas e ciclista há mais de 16 anos. Seja ciclismo de Estrada, BTT, Downhill ou All-Mountain, desde que tenha duas rodas, é sempre a pedalar… Desde há uns anos a esta parte desenvolvi também um gosto particular pelo Trail Running e Ultra-Maratonas. Profissionalmente quase sempre ligado ao desporto e especialmente ao mundo ciclísta, vibro com a espectacularidade do Futebol Americano e com tudo o que lhe rodeia. Adoro o facto de que todas as jogadas sejam minuciosamente vistas e revistas a fim de colocar a verdade desportiva.