Os Substitutos na NFL

José Guia 8 de Setembro de 2012 NFL Comentários Desligados

Strike!

Há semelhança do que aconteceu no final da temporada passada com os jogadores, este ano são os árbitros que estão em greve (lockout) visto as negociações com a NFL para o novo acordo de trabalho colectivo ainda não terem chegado até bom porto.

Podem estar a pensar, então quem são os árbitros que têm apitado os jogos dá pré-temporada até agora, obviamente que são árbitros credenciados, no entanto estes vieram da segunda divisão do campeonato universitário (NCAA Football).

A primeira questão que estes árbitros substitutos enfrentam é que as regras são ligeiramente diferentes na NFL em relação ao College, e depois a pressão que enfrentam será certamente muito maior. Para tentar colmatar estas dificuldades estes árbitros já se encontram a trabalhar com a NFL há três meses para se adaptarem às exigências dos jogos e prepará-los mentalmente e tecnicamente para as diferenças de campeonatos.

Outra medida que a NFL tomou foi a de solicitar junto das equipas que se evitem as críticas dentro e fora de campo aos árbitros, coisa que após a 1ª jornada da pré-temporada viu-se que não surtiu efeito, ainda que tenham sido poucos os que falaram fora de campo, durante o jogo críticas foi coisa que não faltou. É claro que existiram erros, como existem em todos os jogos, no entanto e apesar de não terem existido casos gritantes o certo é que estávamos na pré-temporada e a importância das decisões que podem ou não influenciar o resultado não é o que preocupa mais os treinadores, certamente que durante a temporada regular a conversa será outra.

Árbitros Substitutos

Árbitros Substitutos no jogo entre os Dallas Cowboys e os New York Giants
Fonte da Imagem: Julio Cortez, Associated Press / AP

Das vozes mais críticas em relação à falta de acordo entre árbitros e NFL é Mike Pereira, antigo vice-presidente da federação de arbitragem, que já veio defender os árbitros principais argumentando que se está a retirar a verdade desportiva e a integridade ao jogo usando árbitros substitutos e que os árbitros principais não estão a fazer exigências de maior à liga. Outra voz que se levantou contra a falta de acordo e em favor das legitimações dos árbitros foi o treinador dos Patriots Bill Belichick, não que ele tivesse feito críticas claras em relação ao assunto mas apenas referiu que partilhava da opinião de Mike Pereira em relação ao assunto.

O maio foco de discussão entre os árbitros e a NFL é que a liga pretende que os árbitros passem a desempenhar a função a tempo inteiro, até à data os árbitros tinham outras profissões e despendiam apenas entre três a quatro dias por semana durante a temporada regular para preparar os jogos, e segundo a ESPN mais de 90% dos árbitros não estão dispostos a deixar as suas outras profissões e o salário que ganham com elas. Obviamente que existem outras questões como o aumento de salários (até para compensar o que iriam perder abandonando as outras profissões) e ainda as pensões após deixarem a liga.

E se no ano passado as negociações com os jogadores conseguiram chegar a bom porto antes de a pré-temporada começar, este ano em relação aos árbitros parece que a coisa está para durar, segundo Roger Goodell comissário da NFL a liga continua as negociações com os árbitros na esperança de que consigam o acordo o mais depressa possível no entanto caso isso não aconteça a liga está preparada para manter os árbitros substitutos durante o tempo que for preciso.

Ainda segundo a ESPN tudo indica que os árbitros substitutos vieram para ficar, pelo menos durante as próximas seis semanas ou seja, durante o primeiro mês da temporada regular. A ver vamos nessa altura como irão reagir jogadores e treinadores aos erros de árbitros que à partida não granjeiam grande simpatia junto das equipas.
Chegados há primeira jornada confirmou-se que os árbitros substitutos vieram para ficar, isto é, a primeira jornada será arbitrada por eles e parece cada vez mais credível a previsão do parágrafo anterior.

Agora resta-nos esperar pelos jogos e ver como estes árbitros se vão aguentar perante a pressão, quando tiverem que tomar decisões difíceis, separar lutas em campo e admoestar jogadores com temperamentos difíceis. Durante um jogo, ou melhor, durante cada jogada há imensos factores que os árbitros têm que considerar, desde o posicionamento da bola, passando pelo posicionamento dos jogadores, e até, ter atenção aos jogadores que estão para lá da linha lateral à espera para entrar, os árbitros não têm uma tarefa fácil e agora que a época regular começou os olhos (e as câmaras de televisão) vão estar sempre em cima deles, jogada a jogada, decisão a decisão!

Será que vão fazer esquecer os árbitros principais?! Será que vão servir de desculpa para a derrota de algumas equipas?! Será que vão ter influência no resultado final dos jogos?! Só no final o saberemos, no entanto acaba por ser mais um ponto de interesse para acompanharmos os jogos da primeira jornada, e quem sabe das próximas também.

About The Author

José Guia

Nascido da bela colheita de 1983 e criado no Algarve desde cedo comecei a praticar o futebol Europeu, joguei 13 anos federado no Silves Futebol Clube e sempre fui adepto da prática de desporto. Sou fã de várias modalidades para além do "soccer", mas foi em 2007 num belo ano que vivi em Lisboa, que comecei a conhecer o Futebol Americano, em conjunto com o meu grande amigo João Mestre tivemos a enorme felicidade de acompanhar a quase perfect season dos New England Patriots, infelizmente não desfrutamos da vitória no Superbowl mas começamos isso sim a desfrutar, apreciar e adorar este grande desporto que é o Futebol Americano. Como não poderia deixar de ser sou fã dos Patriots, não só por essa época em particular mas também por já gostar dos Boston Celtis (Basket) e da cidade de Boston em si. Hoje em dia costumo dizer aos meus amigos que sou Leão de coração e Patriota (Patriots) de alma.