Jogadores College: Joseph Randle, RB

Paulo Pereira 2 de Outubro de 2012 Jogadores College Comentários Desligados

Joseph Randle, RB

Equipa

Oklahoma State Cowboys

Posição

Running Back

Físico

Altura: 6-1 ft (1.85 m)
Peso: 192 pounds (87,00 kg)

Joseph Randle Running Back dos Oklahoma State Cowboys

Joseph Randle Running Back dos Oklahoma State Cowboys

Pontos fortes

  • Extremamente dinâmico, é um corredor espantoso em campo aberto, constituindo uma dupla ameaça para as defesas
  • A rapidez com os pés e a capacidade quase miraculosa de mudar de direcção, em velocidade, permitem-lhe criar/estender jogadas, mesmo quando estas parecem perdidas
  • Tem um óptimo trabalho de pés, revelando agilidade, sobretudo na procura duma rota, quando está atrás da linha de scrimmage
  • Em campo aberto revela ser habilidoso na fuga ao tackle, fazendo com que os defesas falham o primeiro contacto e adicionando importantes jardas

Pontos fracos

  • Não é muito explosivo, sobretudo no início da corrida
  • Aparenta ter falta de poder/capacidade de explosão, que lhe pode dificultar a quebra de tackles e a distanciação dos defesas

Conclusão

Joseph Randle é uma espécie de “faz-tudo” no ataque dos Cowboys. Efectivo blocker, capaz de fazer o seu trabalho mesmo que isso implique aguentar estoicamente com um “backer” vindo numa blitz, como de participar numa jogada ofensiva como improvável receiver, Randle parece ser um encaixe natural correndo após o snap. O único – e importante – senão que lhe pode ser apontado é a aparente fragilidade física, que podem limitar o seu uso exaustivo na NFL, onde a quantidade de tackles que sofrerá aumenta exponencialmente. Isso colocará logo de parte a possibilidade de se assumir como starter numa equipa, mas não deverá impedir a sua escolha para fazer parte dum roster, como reserva e potencial backup do titular da equipa.

About The Author

Paulo Pereira

O meu epitáfio, um dia mais tarde, poderá dizer: “aqui jaz Paulo Pereira, junkie em futebol americano”. A realidade é mesmo essa. Sou viciado. Renascido em 2008, quando por mero acaso apanhei o Super Bowl dos Steelers/Cardinals, fiz um reset em [quase] todos os meus dogmas. Aquele desporto estranho, jogado de capacete, entranhou-se no meu ADN, assumindo-se como parte integrante da minha personalidade. Adepto dos Vikings por gostar, simplesmente, de jogadores que desafiam os limites. Brett Favre entra nessa categoria: A de MITO.

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online