Jogadores College: Denard Robinson, QB

Paulo Pereira 2 de Outubro de 2012 Jogadores College Comentários Desligados

Denard Robinson, QB

Equipa

Michigan Wolverines

Posição

Quarterback

Físico

Altura: 6-0 ft (1,83 m)
Peso: 195 pounds (88,50 kg)

Denard Robinson Quarterback dos Michigan Wolverines

Denard Robinson Quarterback dos Michigan Wolverines
Fonte da Imagem: Scott Boehm/Getty Images

Pontos Fortes

  • Extremamente dinâmico, é um corredor espantoso em campo aberto, constituindo uma dupla ameaça para as defesas
  • A rapidez com os pés e a capacidade quase miraculosa de mudar de direcção, em velocidade, permitem-lhe criar/estender jogadas, mesmo quando estas parecem perdidas
  • A força de braço e a sua inata consciência no pocket, lendo jogadas e mantendo a frieza perante a pressão da DL, são reveladoras da maturidade que já atingiu
  • Pelo estilo de jogo, aliando dinamismo e improviso, é capaz de efectuar uma variedade de lançamentos, às vezes em situações desesperadas, mostrando elasticidade e capacidade de adaptação face às dificuldades
  • Tem melhorado claramente no item de lançar, adaptando o estilo. O movimento natural incorpora agora o habitual lançamento sobre o ombro, permitindo-lhe uma maior precisão no passe
  • É um daqueles quarterbacks felinos, emulando o estilo de jogo de Michael Vick, tornando imprevisível para as defesas o plano de acção

Pontos Fracos

  • O principal ponto fraco, apontado pelos scouts, incide na necessidade de melhoria na leitura das defesas, questionando se ele será capaz de aprender com celeridade as mais complexas tácticas profissionais
  • Não antecipa lançamentos, limitando-se a ser reactivo. Ou seja, lança apenas quando vê um receiver aberto
  • Falta-lhe altura ideal para o enquadrar dentro do protótipo QB no pocket
  • É considerado, nesta altura, um melhor atleta do que quarterback. A maioria dos elogios incide particularmente sobre as notáveis capacidades físicas em detrimento das habilidades da posição

Conclusão

Possui um talento atlético notável, que lhe permite, como foi destacado acima, a capacidade de crier imenso perigo recorrendo à corrida, fazendo com que muitos defesas (alguns com calibre de NFL) falhem. É ainda um projecto, algo cru, como quarterback, com o seu futuro desenvolvimento a ter que ser criteriosamente seguido. Nesta fase é apontado como potencial WR na etapa seguinte. No entanto, a ausência de experiência na posição podem levar alguma equipa a interessar-se pelas suas evidentes capacidades de corrida, onde a rapidez e o instinto o tornam uma arma letal. Em suma, pese ser um atleta excepcional, excitante na forma como aborda cada jogada, o seu futuro na NFL irá ser acompanhado por algum cepticismo. Num mundo profissional que necessita de QB’s com outras características, Denard Robinson parece fadado ao insucesso.

About The Author

Paulo Pereira

O meu epitáfio, um dia mais tarde, poderá dizer: “aqui jaz Paulo Pereira, junkie em futebol americano”. A realidade é mesmo essa. Sou viciado. Renascido em 2008, quando por mero acaso apanhei o Super Bowl dos Steelers/Cardinals, fiz um reset em [quase] todos os meus dogmas. Aquele desporto estranho, jogado de capacete, entranhou-se no meu ADN, assumindo-se como parte integrante da minha personalidade. Adepto dos Vikings por gostar, simplesmente, de jogadores que desafiam os limites. Brett Favre entra nessa categoria: A de MITO.

barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher barbour pas cher golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi golden goose saldi doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher doudoune moncler pas cher moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online moncler outlet online